SKF cresce 25% e chega a R$ 800 milhões

2011 Fevereiro 21, 15:33 AEST

A unidade brasileira do grupo SKF, líder mundial na fabricação de rolamentos e serviços industriais, fechou 2010 com R$ 800 milhões de faturamento, consolidando crescimento de 25% frente a 2009.

A participação nas vendas globais do grupo avançou de 3% para 4%. Segundo Donizete Santos, presidente da companhia no país, até 2015, o índice deve chegar a 10% de participação.


Segundo o executivo, os Brics já representam um terço das vendas mundiais da SKF. Há 5 anos, este grupo de emergentes respondia por um quinto do faturamento da companhia. "O Brasil hoje tem uma fatia de 20% das vendas dos Brics e temos condições de avançar", analisa Santos.

 


Automotivo

Na área automotiva, a campeã de crescimento no Brasil, a companhia registrou expansão de 28% nas vendas frente a 2009. A SKF é líder no fornecimento de rolamentos para veículos leves no mercado local. "Acompanhamos o vigor do mercado doméstico", diz Donizete Santos.


As vendas externas para a indústria automotiva também registram crescimento, com expansão de 30%.  "Temos contratos de longo prazo com mercados na América Latina, EUA e Europa, que estão se recuperando rapidamente", informa o executivo.


O forte crescimento da companhia será acompanhado de investimentos. A empresa está aplicando R$ 13,5 milhões para a implantação de um novo canal de produção de rolamentos de segunda geração para o mercado doméstico, na planta de Cajamar, que entra em fase operacional no segundo semestre deste ano.


"Vamos acompanhar a sofisticação dos automóveis populares no Brasil e vamos ampliar a oferta de componentes para produtos voltados aos consumidores de maior renda", diz Donizete Santos.

Atualmente a unidade fabril brasileira opera com 8 canais de produção. A fábrica de Cajamar produz rolamentos para rodas, câmbio e direção. "O novo canal coloca o mercado brasileiro em linha com a tendência global de rolamentos de segunda geração para automóveis compactos".

 


Industrial

A unidade de negócios industriais da SKF Brasil, que fornece rolamentos e outros componentes para vários segmentos industriais, também fechou 2010 em expansão. As vendas cresceram 25% frente a 2009.

A divisão abastece 532 plantas em todo o país, número 13% maior que o verificado em 2009. Os componentes fornecidos pela SKF são usados na fabricação de produtos linha branca, na produção de máquinas-ferramenta e nos maquinários das indústrias de papel e celulose, siderurgia, mineração, entre outros.


O segmento de material handling (transportadores de materiais) foi o de maior expansão: 82%. As vendas para mineradoras também avançaram forte, com crescimento de 72%. Redutores industriais ficaram com a terceira posição, com 54% de crescimento.

 


Serviços industriais

A SKF também presta serviços de manutenção industrial no mercado brasileiro. A companhia faz manutenção preditiva e proativa em de sistemas rotativos e ajuda grandes conglomerados industriais a reduzirem paradas não programadas e obterem maior eficiência na gestão de ativos.


Com a expansão da economia, a demanda pelos serviços cresceu e as vendas desta área registraram crescimento de 21%. Os clientes de serviços da SKF estão concentrados nos setores de papel e celulose, siderurgia, mineração, alimentos e bebidas, além do setor de petróleo e energia.


 

Sobre a SKF

O grupo sueco SKF é líder mundial nas plataformas de rolamentos, vedações, sistemas de lubrificação, mecatrônica e serviços na área de confiabilidade em manutenção industrial. Dono de um faturamento de US$ 9,5 bilhões em 2010, o grupo está presente em 25 países, com mais de 120 plantas industriais.


Na área automotiva, além de rolamentos, o grupo fornece também bombas d'água, kits de polias e tensionadores de correia, atuadores hidráulicos, cruzetas, rolamento com sensor ABS, entre outros equipamentos.


A companhia chegou ao Brasil em 1915, oito anos depois de sua fundação na Suécia. No país, a empresa é líder de mercado nos setores em que atua. A produção da unidade brasileira está concentrada na planta industrial de Cajamar, instalada às margens da rodovia Anhanguera, a 30 km da cidade de São Paulo, onde são produzidos rolamentos para veículos leves.

SKF logo