5 mitos sobre a lubrificação automática

2011 Agosto 08, 14:10 BRT

Ao longo da nossa exploração do mundo da lubrificação, temos anunciado que a automação da lubrificação constitui um passo relevante na busca pela excelência. A série de lubrificadores automáticos SYSTEM 24 está no primeiro nível e é a mais acessível de nossas soluções em automação da lubrificação.

Sem dúvida, também temos encontrado alguns mitos pelo caminho. Na sequência, apresentamos uma breve explanação sobre os 5 argumentos mais frequentes para que você possa fazer o seu próprio julgamento.


1. A mesma graxa pode ser aplicada manualmente:
Imagine um rolamento que deva ser lubrificado com 5 gramas a cada 15 dias. Um técnico de lubrificação deveria aplicar aproximadamente 3,3 "injeções/bombadas" em cada ponto (a nossa bomba graxeira 1077600 descarrega sob condições de laboratório 1,5 gramas/curso) que seguramente se traduzirão em 4 na rota de lubrificação e em 5 na vida real. Concluindo, o ponto de lubrificação receberá ao redor de 200 gramas ao invés de 130, e um pouco mais se perderá no processo de injeção/bombeio e na manipulação das engraxadeiras. Por esta razão, entre 20 a 50% do volume do lubrificante consumido pode ser economizado ao automatizar a lubrificação. 


2. Se não temos pessoal disponível, simplesmente aumentam-se as quantidades de lubrificante:
Imagine comer a cada 8 dias ao invés de comer diariamente, porém em contrapartida comer 8 vezes mais? Seus rolamentos também prefeririam ser alimentados aos poucos e mais frequentemente. Isto é precisamente o que um lubrificador automático faz: manter o nível adequado de lubrificante para evitar a "inanição" ou o "sobrepeso".

Além disso, os lubrificadores SKF fornecem lubrificantes de alto desempenho que por si ajudam a prolongar o intervalo de lubrificação, especialmente se o lubrificante utilizado for o "polivalente". Ou seja: "fornece refeição saudável e nutritiva para os seus rolamentos".


3. Ao instalar um lubrificador automático, o técnico se esquecerá do ponto e não notará se tem uma falha: 
Conseguindo que um sistema se automatize não significa que nunca mais irá requerer uma verificação. Ao contrário, permite ao técnico livrar-se de suas tarefas "manuais" e executar mais as tarefas "intelectuais" tais como coletas e análises de dados, implementação de melhoria contínua, etc.

Pelo contrário, um dispositivo automático pode evitar que o técnico tenha que visitar lugares de alto risco frequentemente prevenido com toda uma série de equipamentos de lubrificação.


4. Todos os pontos de lubrificação estão na rota, o risco de esquecer um é mínimo:
É verdade que como seres humanos buscamos a excelência como um modo de vida e damos um exemplo para as máquinas que criamos. No entanto, tenha em mente que um técnico de lubrificação pode executar cerca de 1.000 tarefas de lubrificação por mês. A uma taxa de erro de 5%, já significa, em média, cerca de 600 tarefas por ano que não foram executadas ou serão executadas com algum grau de erro, tal como o lubrificante incorreto, a frequência incorreta, a quantidade incorreta ou o lubrificante contaminado.

As taxas de erro de lubrificadores automáticos estão bem abaixo de 0,001%, e mesmo se você quiser um sistema infalível, tudo depende do nível de monitoramento e do acompanhamento adotado.

Além disso, soma-se o fato de um lubrificador automático ser um sistema que praticamente elimina a possibilidade de contaminação externa


5. Automatizar pode reduzir o emprego ao substituir o técnico:
A tecnologia é uma ferramenta que a humanidade está usando para tornar sua vida mais fácil, mas é claro que tem criado novos desafios que podem ser vistos como ameaças ou como oportunidades de melhoria. Do mesmo modo, a automação da lubrificação apresenta uma oportunidade para os técnicos em demonstrar o real valor agregado de um ser humano comandando um plano de lubrificação. Análise de lubrificantes, consolidação de lubrificação e análise da causa raiz de uma falha são exemplos de tarefas que uma pessoa realmente pode mostrar que faz a diferença entre um relatório simples e um plano de melhoria contínua.

SKF logo