SKF aposta na legislação para ampliar o uso de tecnologia ABS nas montadoras

2012 Setembro 26, 09:06 AEST

Utilização obrigatória a partir de 2015 e aumento do índice de nacionalização de peças devem impulsionar as vendas do sistema de frenagem

A SKF do Brasil está atenta às novas normas que devem entrar em vigor em breve no Brasil para ampliar seus negócios com tecnologia embarcada ABS nas montadoras. Com a obrigatoriedade da utilização do sistema eletrônico de frenagem a partir de 2015 e o aumento do índice de nacionalização de peças a partir de janeiro próximo, a companhia de origem sueca estima que as vendas do sistema ABS para montadoras devam dobrar até 2015.


"O novo regime automotivo e a obrigatoriedade de ABS em 2015 certamente irão nos ajudar a elevar as encomendas desse sistema. A SKF tem investido constantemente em pesquisas e desenvolvimento de tecnologias para aperfeiçoar ainda mais suas linhas de produtos para atender à essa tecnologia de frenagem. Além disto, os componentes utilizados hoje são mais leves, resistentes e seguros, um grande diferencial para montadoras que estão à procura de soluções que possam contribuir para a confiabilidade do conjunto, diminuição do peso dos veículos, redução do consumo de combustível e emissões de CO2", explica Eduardo Mendes de Oliveira, gerente de vendas automotivas da SKF do Brasil.

 
A empresa apresenta todas essas tecnologias durante o Congresso SAE Brasil 2012, de 2 a 4 de outubro, na capital paulista. Na ocasião, serão demonstrados rolamentos de rodas HBU com sensor para ABS integrado, 
encoder magnético para ABS integrado à vedação e também a segunda geração de rolamentos de rodas com tecnologia  ABS integrada, produzido em Cajamar-SP. Além desses componentes, a companhia mostrará rolamentos de roda, câmbio, motor, suspensão e transmissão para linhas leve e pesada.

SKF logo