Cargas

Carga mínima

Para obter informações
adicionais
→ Carga mínima necessária
Carga axial mínima para rolamentos individuais e pares de rolamentos dispostos em tandem:

Carga axial mínima para pares de rolamentos dispostos em O ou em X:



Realização do cálculo
Carga dinâmica equivalente do rolamento

Para obter informações
adicionais
→ Carga dinâmica equivalente do rolamento
Rolamentos individuais e em pares dispostos em tandem:

Fa/Fr ≤ e → P = Fr

Fa/Fr > e → P = X Fr + Y2 Fa

Ao determinar a carga axial Fa, consulte Cálculo da carga axial dos rolamentos montados individualmente ou em pares e dispostos em tandem.

Pares de rolamentos dispostos em O ou em X:

Fa/Fr ≤ e → P = Fr + Y1 Fa

Fa/Fr > e → P = X Fr + Y2 Fa

Realização do cálculo
Carga estática equivalente do rolamento

Para obter informações
adicionais
→ Carga estática equivalente do rolamento

Rolamentos individuais e em pares dispostos em tandem:

P0 = 0,5 Fr + Y0 Fa

P0 < Fr → P0 = Fr

Ao determinar a carga axial Fa, consulte Cálculo da carga axial dos rolamentos montados individualmente ou em pares e dispostos em tandem.

Pares de rolamentos dispostos em O ou em X:

P0 = Fr + Y0 Fa

Cálculo da carga axial de rolamentos montados individualmente ou em pares e dispostos em tandem

Quando uma carga radial é aplicada em um rolamento de uma carreira de esferas de contato angular, a carga é transmitida de uma pista para a outra em um ângulo em relação ao eixo do rolamento e uma força axial interna é induzida. Isso deve ser considerado ao calcular as cargas equivalentes do rolamento para rolamentos em arranjos ajustados que consistem em dois rolamentos individuais e/ou pares de rolamentos dispostos em tandem.

As equações (tabela 1) são válidas somente se os rolamentos tiverem ângulos de contato idênticos e estiverem ajustados um contra o outro com folga praticamente zero, mas sem pré-carga. Na tabela, o rolamento A está submetido a uma carga radial FrA e o rolamento B, a uma carga radial FrB. Ambos os valores FrA e FrB são sempre considerados positivos, mesmo quando atuam na direção oposta à mostrada nas figuras. As cargas radiais atuam nos centros de pressão dos rolamentos (distância a → tabela de produtos).

Esses cálculos podem ser realizados facilmente com as ferramentas de cálculo on-line da SKF. Quando os rolamentos são ajustados com folga ou pré-carga ou quando são usados rolamentos com ângulos de contato diferentes, as equações se tornam mais complexas e podem ser feitas com o uso da plataforma SKF SimPro (SKF SimPro Quick).
Capacidade de carga de rolamentos em pares

Os valores das capacidades de carga básica e dos limites de carga de fadiga indicados na tabela de produtos aplicam-se a rolamentos individuais. Nos pares de rolamentos montados imediatamente adjacentes entre si, aplicam-se os seguintes valores:

  • classificação de carga dinâmica básica para rolamentos padrão em todos os arranjos e para rolamentos SKF Explorer, dispostos em O ou X
    C = 1,62 Crolamento individual

  • classificação de carga dinâmica básica para rolamentos SKF Explorer em arranjo em tandem
    C = 2 Crolamento individual

  • classificação básica de carga estática
    C0 = 2 C0rolamento individual

  • limite de carga de fadiga
    Pu = 2 Pu rolamento individual

Símbolos

A
fator de carga mínima (→ tabela de produtos)
C0
classificação de carga estática básica [kN]
dmdiâmetro médio do rolamento [mm]

= 0,5 (d + D)

efator de cálculo (→ tabela de produtos)
Facarga axial [kN]
Famcarga axial mínima [kN]
Frcarga radial [kN]
Frmcarga radial mínima [kN]
kafator de carga axial mínima (→ tabela de produtos)
krfator de carga radial mínima (→ tabela de produtos)
nvelocidade de rotação [rpm]
Pcarga dinâmica equivalente do rolamento [kN]
P0carga estática equivalente do rolamento [kN]
X, Y0, Y1, Y2fatores de cálculo (→ tabela de produtos)
νviscosidade operacional real do lubrificante [mm2/s]
SKF logo