Soluções de vedação

A SKF fornece os rolamentos rígidos de uma carreira de esferas com rasgos de entrada protegidos em um ou em ambos os lados. Os detalhes sobre a indicação de placas de proteção em diferentes condições operacionais estão listados na tabela 1. No entanto, essas diretrizes não podem substituir o teste de uma vedação em sua aplicação. Para obter informações adicionais, consulte Soluções de vedação.
Quando os rolamentos protegidos devem operar em determinadas condições severas como, por exemplo, em velocidades muito altas ou em temperaturas elevadas, poderá ocorrer vazamento de graxa pelo anel interno. Em arranjos de rolamentos em que esta situação seja prejudicial, deverão ser tomadas medidas especiais quanto ao projeto. Para obter informações adicionais, entre em contato com o serviço de engenharia de aplicação SKF.
Os rolamentos protegidos em ambos os lados são lubrificados para toda a vida útil do rolamento e não devem ser lavados nem relubrificados. Eles são preenchidos com a quantidade apropriada de lubrificante de alta qualidade em condições de limpeza. Os rolamentos são considerados praticamente livres de manutenção. Caso devam ser montados a quente, deve ser utilizado um aquecedor por indução,
A SKF não recomenda aquecer rolamentos protegidos a uma temperatura acima de 80 °C (175 °F). No entanto, se forem necessárias temperaturas mais altas, certifique-se de que a temperatura não exceda a temperatura permitida da graxa.
Placas de proteção

Rolamentos equipados com placas de proteção destinam-se primeiramente a aplicações em que o anel interno gira. As placas de proteção são encaixadas no anel externo e não fazem contato com o anel interno, mas formam uma fresta estreita com ele. As placas de proteção são feitas de aço laminado.

Placas de proteção para rolamentos rígidos de uma carreira de esferas SKF com rasgos de entrada são identificadas pelo sufixo de designação Z. Normalmente, elas apresentam uma extensão no furo da placa para formar uma longa fresta estreita com o ressalto do anel interno (fig. 1). Algumas placas de proteção não apresentam a extensão (fig. 2).

Graxas para rolamentos protegidos

Rolamentos rígidos de uma carreira de esferas com rasgos de entrada protegidos em um ou em ambos os lados são preenchidos, por padrão, com graxa para altas temperaturas GJN.

Sob encomenda, os rolamentos podem ser fornecidos com as seguintes graxas especiais:

  • graxa para uma faixa de temperaturas extensa HT ou WT
  • graxa para uma faixa de temperaturas extensa e para funcionamento silencioso LHT23
  • graxa para baixas temperaturas LT

As especificações técnicas das várias graxas estão listadas na tabela 2. A graxa padrão não está identificada na designação do rolamento (não tem sufixo de designação). A graxa especial é indicada pelo sufixo da graxa correspondente. Verifique a disponibilidade dos rolamentos com graxas especiais, antes de efetuar o pedido.

Vida útil da graxa para rolamentos protegidos

A vida útil da graxa para rolamentos protegidos deve ser estimada conforme o procedimento descrito nesta seção. A vida útil da graxa para rolamentos protegidos é apresentada como L10, ou seja, o período de tempo, ao final do qual 90% dos rolamentos ainda está confiavelmente lubrificado. O método para estimar os intervalos de relubrificação (→ Intervalos de relubrificação) representa o L01 de vida útil da graxa e não deve ser usado.

A vida útil da graxa para rolamentos protegidos depende da temperatura operacional e do fator de velocidade. Pode-se obtê-la no diagrama 1. O fator de desempenho da graxa (GPF) está listado na tabela 2.

A vida útil da graxa é válida sob as seguintes condições operacionais:

  • eixo horizontal
  • rotação do anel interno
  • carga leve (P ≤ 0,05 C)
  • temperatura operacional dentro da zona verde de temperatura da graxa (tabela 2)
  • máquina estacionária
  • níveis baixos de vibração

Se as condições operacionais forem diferentes, a vida útil da graxa obtida no diagrama 1 deve ser ajustada:

  • Para eixos verticais, use 50% do valor do diagrama.
  • Para cargas mais pesadas (P >0,05 C), use o fator de redução listado na tabela 3.
SKF logo