Pré-carga por molas

Ao pré-carregar os rolamentos em pequenos motores elétricos e em aplicações semelhantes, é possível reduzir o ruído operacional. O arranjo de rolamentos, nesse caso, é composto por um rolamento rígido de uma carreira de esferas em cada extremidade do eixo. O método mais simples de aplicar a pré-carga é por uma mola ou por um "pacote" de molas (fig. 1). A mola age no anel externo de um dos dois rolamentos. Esse anel externo deve poder ser deslocado axialmente. A força de pré-carga permanece praticamente constante, mesmo quando há um deslocamento axial do rolamento como resultado de expansão térmica. A força de pré-carga necessária pode ser estimada a partir de

F = k d

onde

F=kd=
força de pré-carga, kN= um fator; consulte o seguinte
diâmetro do furo do rolamento, mm
Dependendo do projeto do motor elétrico, os valores entre 0,005 e 0,01 são utilizados para o fator k. Se a pré-carga for utilizada principalmente para proteger o rolamento contra danos por vibração quando estacionário, uma pré-carga maior será então necessária e k = 0,02 deverá ser utilizado.
A carga por mola também é um método comum de aplicação de pré-carga a rolamentos de esferas de contato angular utilizados em eixos de retificação de alta velocidade. O método não é adequado, no entanto, para aplicações de rolamentos em que um alto grau de rigidez é necessário, em que a direção da carga é alterada ou em que cargas de choque não definidas podem ocorrer.
SKF logo