Ajustes recomendados

As tolerâncias para os diâmetros do furo e diâmetro externo dos rolamentos de esferas são internacionalmente padronizadas (→ Tolerâncias).
Para obter um ajuste interferente ou com folga para rolamentos com furo cilíndrico e superfície externa, classes de tolerância adequadas para o assento do rolamento no eixo e no furo do mancal são selecionadas no sistema de tolerância ISO. Apenas um número limitado de classes de tolerância ISO precisa ser considerado para os assentos de eixo e de mancal para rolamentos de esferas. As fixações das classes de tolerância utilizadas com maior frequência em relação ao furo do rolamento e à superfície do diâmetro externo estão ilustradas na fig. 1 (válido para rolamentos com tolerâncias normais).
Cada classe de tolerância ISO é identificada por uma letra e um número. A letra, minúscula para diâmetros do eixo e maiúscula para os furos de mancal, fixa a zona de tolerância em relação à dimensão nominal. O número indica a linha da zona de tolerância. Quanto maior o número, maior será a zona de tolerância.
Recomendações para ajustes de rolamento para eixos maciços em aço são fornecidas nas tabelas referidas a seguir:
  • rolamentos radiais com furo cilíndrico (tabela 1)
  • rolamentos axiais (tabela 2)
Recomendações para ajustes de rolamento para mancais em ferro fundido e aço são fornecidas nas tabelas referidas a seguir:
Essas recomendações são baseadas nas diretrizes gerais de seleção descritas acima, que consideram os desenvolvimentos nos materiais de rolamento e mancal, projetos e fabricação. Rolamentos e mancais modernos podem suportar cargas significativamente maiores do que era possível anteriormente. As recomendações fornecidas aqui refletem essas melhorias.
Todas as classes de tolerância ISO são válidas com o requisito de envelope (como H7) de acordo com a norma ISO 14405-1:2010. Por razões práticas, isso não é indicado nas tabelas.
A ISO 14405-1:2010 oferece mais possibilidades para especificar os ajustes. Para obter informações adicionais, entre em contato com o serviço de engenharia de aplicação SKF.

Rolamentos ou eixos em aço inoxidável

Os ajustes recomendados na tabela 1, tabela 2, tabela 3 e tabela 4 podem ser utilizados para rolamentos de aço inoxidável. No entanto, a nota de rodapé 3 na tabela 1 não se aplica, pois o aço inoxidável possui um coeficiente de expansão térmica bem maior do que o aço padrão. Se forem necessários ajustes mais apertados do que os recomendados na tabela 1, entre em contato com o serviço de engenharia de aplicação SKF. Também pode ser necessário considerar a folga inicial do rolamento, por exemplo, ao usar eixos de aço inoxidável em temperaturas elevadas (→ Folga interna do rolamento).
SKF logo