Miscibilidade

Se for necessário trocar de graxa, a miscibilidade (capacidade de misturar graxas sem efeitos adversos) deve ser considerada. Se forem misturadas graxas incompatíveis, a consistência resultante poderá mudar tão radicalmente que talvez cause danos aos rolamentos em decorrência de vazamento intenso.
Graxas com o mesmo espessante e óleos similares geralmente podem ser misturadas, sem qualquer consequência prejudicial. Por exemplo, uma graxa de espessante de lítio/óleo mineral pode geralmente ser misturada a outra graxa de espessante de lítio/óleo mineral. Além disso, algumas graxas com espessantes diferentes, como complexo de cálcio e de lítio, são misturáveis entre si.
Nos casos em que a troca de uma graxa para outra pode causar graxa de baixa consistência e o vazamento de graxa do arranjo de rolamentos, toda a graxa antiga deve ser removida do arranjo e dos dutos de lubrificação (→ Relubrificação).
O conservante com o qual os rolamentos SKF são tratados é compatível com a maioria das graxas lubrificantes com a possível exceção de graxas de poliureia. Graxas à base de óleo fluorado sintético com um espessante PTFE (por exemplo, graxa SKF LGET 2), não são compatíveis com conservantes padrão e os conservantes devem ser removidos antes da aplicação da graxa.
Para obter informações adicionais, entre em contato com o serviço de engenharia de aplicação SKF.

AVISO

O PTFE exposto a chamas ou a temperaturas acima de 300 °C (570 °F) representa um risco à saúde e ao ambiente. Elas permanecem perigosas, mesmo depois de terem esfriado.

Leia e siga atentamente as precauções de segurança em Materiais de vedação.

SKF logo