Porcas de fixação de precisão com pinos de trava

As porcas de fixação KMT e KMTA são indicadas para aplicações em que uma montagem simples de alta precisão e uma fixação confiável sejam necessárias1. Os três pinos de trava igualmente espaçados permitem que essas porcas sejam posicionadas com precisão em ângulos retos com o eixo. No entanto, eles também podem ser ajustados de maneira a compensar os desvios angulares leves de componentes adjacentes.

As porcas de fixação KMT

  • estão disponíveis para rosca M 10 x 0,75 a M 200 x 3 (tamanhos 0 a 40) e Tr 220 x 4 a Tr 420 x 5 (tamanhos 44 a 84) (fig. 1)

As porcas de fixação KMTA

  • estão disponíveis para rosca M 25 x 1,5 a M 200 x 3 (tamanhos de 5 a 40) (fig. 2)
  • possuem uma superfície externa cilíndrica e, para alguns tamanhos, um passo de rosca diferente das porcas de fixação KMT 
  • são indicadas principalmente para aplicações em que o espaço seja limitado e a superfície externa cilíndrica possa ser usada como um elemento de vedação tipo ponte.

Características e benefícios

  • Desvio axial máximo entre a rosca e a face de fixação (até o tamanho 40): 0,005 mm
  • Ajustável para compensar desvios angulares leves (fig. 3)
  • Bom passo de rosca
  • Suporte a cargas axiais elevadas
  • Mecanismo de fixação confiável e eficiente
  • Instalação e remoção simples
  • O rasgo de chaveta não é necessário1
  • Reutilizável
  • Projetada para instalação e remoção frequentes

Princípio de fixação

As porcas de fixação de precisão séries KMT e KMTA possuem três pinos de trava igualmente espaçados em torno da circunferência (fig. 4, fig. 5 e fig. 6) que podem ser apertados com pinos roscados para travar a porca no eixo. A face de extremidade de cada pino é usinada para corresponder à rosca do eixo. Os furos para os pinos de trava e pinos roscados são perfurados com o eixo em paralelo ao flanco carregado da rosca do eixo (fig. 7). Quando apertados com o torque recomendado, os parafusos de trava proporcionam atrito suficiente entre as extremidades dos pinos e os flancos de rosca descarregados para evitar que a porca se solte em condições operacionais normais (→ Dados do produto). Como os pinos de trava são apertados contra o flanco descarregado da rosca do eixo, eles não são submetidos a cargas de aplicação impostas sobre a porca.
  1. 1)As porcas de fixação KMT e KMTA não devem ser usadas em eixos com rasgos de chaveta na rosca ou em buchas de fixação. Podem ocorrer avarias nos pinos de trava caso eles se alinhem a um rasgo de chaveta.
SKF logo