Soluções de vedação

As caixas de mancal SNL e SE estão disponíveis com soluções diferentes de vedação como padrão.
O tamanho do mancal determina quais soluções de vedação podem ser usadas. A tabela 1 oferece uma visão geral das características e adequação de cada solução de vedação. As informações detalhadas sobre cada solução de vedação devem ser usadas como uma referência e não substituem o teste de uma vedação em sua aplicação.

Vedações de quatro lábios (TSN .. L)

As vedações de quatro lábios (fig. 1) substituem as antigas vedações de lábio duplo (TSN .. G). Quando comparadas a vedações de lábio duplo, as novas vedações são mais eficientes. Elas também geram menos atrito, o que permite altas velocidades de eixo. As vedações de quatro lábios são bipartidas horizontalmente e fáceis de montar.
O desalinhamento angular permitido para vedações montadas em eixos ≤ 100 mm de diâmetro é de aproximadamente 1° e de aproximadamente 0,5° para eixos maiores.
As características e a adequação das vedações de quatro lábios são fornecidas na tabela 1.

vedações em V (TSN .. A)

As vedações em V (fig. 2) consistem em um anel em V e em uma arruela de vedação de aço laminado com lábio de borracha vulcanizada. O lábio de borracha encaixa no canal de vedação do mancal. A arruela é protegida contra corrosão.
Os anéis em V podem acomodar velocidades periféricas de até 7 m/s. Para velocidades periféricas entre 7 e 12 m/s, eles devem ser fixados axialmente no eixo. Em velocidades acima de 12 m/s, um anel de suporte deve ser usado para evitar a elevação da vedação. As dimensões recomendadas para os anéis de suporte apropriados para fixação axial e radial são fornecidas na tabela 2. Os tamanhos de mancal de 205 a 211 e de 306 a 314 não podem ser usados com um anel de suporte e, portanto, não são adequados para as vedações em V em velocidades operacionais acima de 7 m/s.
O desalinhamento angular permitido para as vedações em V é de aproximadamente 1,5° para um eixo de 50 mm, reduzindo para aproximadamente 1° para diâmetros do eixo ≥ 150 mm.
O movimento axial do eixo em relação ao mancal é limitado a ± 1 mm para diâmetros do eixo de até 65 mm, a aproximadamente ± 1,2 mm para diâmetros do eixo de até 100 mm e a aproximadamente ± 1,5 mm para diâmetros do eixo maiores.
Para arranjos com um eixo vertical, o anel em V da vedação inferior deve ser montado dentro do mancal.
As características e a adequação das vedações em V são fornecidas na tabela 1.

Vedações ou tiras de feltro

As vedações (fig. 3) ou tiras de feltro (fig. 4) são simples e eficazes. Em velocidades periféricas acima de 4 m/s, uma pequena folga se forma entre o feltro e o eixo, transformando a vedação de contato em uma vedação sem contato, do tipo fresta.
Em aplicações em que os rolamentos são montados em um eixo plano com uma bucha de fixação, as vedações bipartidas de feltro com anel são normalmente utilizadas.
Se os rolamentos serão instalados em um eixo escalonado com um assento cilíndrico (tamanhos do mancal de 205 a 218, inclusive), podem ser usadas tiras de feltro soltas. As tiras têm 170 mm de comprimento. Elas devem ser cortadas no comprimento correto e embebidas em óleo quente por alguns minutos antes da montagem. O número necessário de tiras por mancal (para os dois lados) está listado nas tabelas de produtos para rolamentos em uma bucha de fixação e para rolamentos com um furo cilíndrico.
As características e a adequação das vedações e tiras de feltro são fornecidas na tabela 1.

Vedações de labirinto (TSN .. S)

Para aplicações em que há velocidades altas e temperaturas extremas, a SKF recomenda a utilização de vedações de labirinto. Os anéis de labirinto (fig. 5), montados no eixo, formam uma vedação de labirinto de vários estágios com os canais de vedação do mancal. Cordas ocas de borracha de silicone (2 x 4 mm), fornecidas com os anéis, mantêm os anéis em posição no eixo.
As características e a adequação das vedações de labirinto são fornecidas na tabela 1.

Vedações de taconita com um labirinto axial (TK ..)

Para arranjos de rolamentos que precisam trabalhar sob condições de alta contaminação, como as encontradas na mineração, são recomendadas vedações de taconita (fig. 6), que podem ser preenchidas com graxa. A graxa melhora o efeito de vedação e prolonga a vida útil das vedações.
O anel de labirinto rotativo tem uma vedação em V que veda contra o anel de labirinto estacionário. Eles podem ser relubrificados por meio de um pino graxeiro no anel de labirinto estacionário da vedação.
O movimento axial permitido do eixo em relação ao mancal é limitado a ± 1 mm para diâmetros do eixo de até 65 mm, a aproximadamente ± 1,2 mm para diâmetros do eixo na faixa de 100 mm e ± 1,5 mm para diâmetros do eixo maiores.
As características e a adequação das vedações taconite de grandes diâmetros são fornecidas na tabela 1.

Tampas de fechamento (ASNH)

Os mancais na extremidade de um eixo devem ter uma tampa de fechamento (fig. 7) que se encaixe no canal de vedação do mancal.
Para aplicações nas quais as temperaturas excedem 110 °C (230 °F), devem ser usadas tampas de fechamento de aço. Elas podem ser cortadas em aço laminado e posicionadas no canal de vedação. Use uma corda oca de borracha de silicone para manter a tampa no lugar. As dimensões do canal de vedação são fornecidas na tabela 3.
As características e a adequação das tampas de fechamento são fornecidas na tabela 1.
Detalhes sobre o comprimento permitido da extremidade do eixo são fornecidos na tabela 4.
SKF logo