Cargas

Não há métodos de cálculo padronizados, nacional ou internacionalmente, para calcular capacidades normais de carga para rolamentos de esferas de polímero. De acordo com o estado atual da tecnologia, um cálculo analítico de vida útil não é possível.
Para baixas velocidades (n < 25 r/min), a capacidade de carga estática deve ser usada.
Capacidade
de carga
dinâmica
A capacidade de carga dinâmica é um indicador da carga operacional, na qual o rolamento cumpre com sua função na maioria das aplicações. A capacidade de carga dinâmica depende das condições operacionais e precisa ser ajustada sob as seguintes condições:
  • temperatura operacional T > 50 °C (120 °F)
  • velocidade de rotação n ≥ 20% do limite de velocidade nlim (→ tabelas de produtos)

Cadj = fT fn C

Exemplo de cálculo
Rolamento 6301/HR11TN, n = 650 r/min, T = 90 °C (195 °F)

Na tabela de produtos:
  • C = 0,31 kN
  • nlim = 1.300 r/min
No diagrama 1:
  • com T = 90 °C (195 °F) e anéis feitos de POM
    → fT ≈ 0,87
  • com n/nlim: (650/1.300) x 100 = 50%
    → fn ≈ 0,85

Cadj = 0,87 x 0,85 x 0,31 = 0,229 kN
Capacidade
de carga
estática

A capacidade de carga estática é o máximo da capacidade de carga que um rolamento pode acomodar quando o mesmo está parado, sem sofrer danos às esferas e às pistas.

A capacidade de carga estática depende da temperatura operacional e deve ser ajustada às temperaturas operacionais T > 50 °C (120 °F).

C0adj = fT C0

Símbolos

C
=
classificação de carga dinâmica básica [kN] (→ product table)
Cadj
=
capacidade de carga dinâmica ajustada [kN]
C0
=
classificação de carga estática básica [kN] (→ product table)
C0adj
=
capacidade de carga estática ajustada [kN]
fn
=
fator de ajuste para a velocidade (diagram 1)
fT
=
fator de ajuste para temperatura operacional (diagram 1)
n
=
velocidade de rotação [r/min]
nlim
=
velocidade limite [r/min] (→ product table)
T
=
temperatura operacional [°C (°F)]

SKF logo