Limites de temperatura

As unidades codificadoras de motores SKF foram testadas com êxito sob várias cargas e velocidades:
  • 500 horas a 120 °C (250 °F) com picos intermitentes de até 10 minutos a 150 °C (300 °F)
  • 100 horas a –40 °C (–40 °F)
A temperatura operacional permitida para as unidades codificadoras de motores SKF pode ser limitada:
  • pela estabilidade dimensional dos anéis de rolamento e esferas
  • pela gaiola
  • pela vedação
  • pelo lubrificante
  • pelo sensor

Quando forem esperadas temperaturas fora do intervalo permitido, entre em contato com o serviço de engenharia de aplicação SKF.

Anéis de rolamento e esferas

Os anéis e esferas do rolamento são submetidos a um tratamento térmico especial. Os rolamentos são termoestabilizados a, pelo menos, 120 °C (250 °F).

Gaiolas

Gaiolas em aço podem ser usadas nas mesmas temperaturas operacionais que os anéis de rolamentos e as esferas. Para saber os limites de temperatura das gaiolas de polímero, consulte Materiais da gaiola.

Vedação

A faixa de temperaturas operacionais permitidas para vedações de NBR é de –40 a 100 °C (–40 a 210 °F).

Lubrificante

Os limites de temperatura da graxa WT utilizados em unidades codificadoras de motores SKF são fornecidos em Rolamentos rígidos de esferas (tabela 1).

Sensor

A faixa de temperaturas operacionais permitidas para o sensor é de –40 a 150 °C (–40 a 300 °F).

Para aplicações onde a fonte de alimentação é de acima de 18 V e onde as temperaturas excedam 85 °C (185 °F), a SKF recomenda a colocação de um resistor de 1 kΩ em série com a linha de alimentação para limitar o calor gerado pelos componentes eletrônicos.

SKF logo