Material de deslizamento e guias de seleção de tipo de bucha

As visões gerais a seguir fornecem comparações que pode ser usadas como pré-seleção entre os diferentes materiais de deslizamento e tipos de buchas.
A Tabela 1 compara as características operacionais dos diferentes tipos de rolamentos e materiais de deslizamento.

Nas seções seguintes, todos os tipos de buchas são comparados entre si, com base em seus principais dados técnicos. Para obter informações detalhadas e saber os valores, consulte as seções de dados dos rolamentos em questão em Dados das buchas, Dados das arruelas axiais ou Dados das tiras.
Para obter informações adicionais, entre em contato com o serviço de engenharia de aplicação da SKF.

Faixa de temperaturas ambiente

O diagrama 1 compara as faixas de temperaturas ambiente permitidas dos diferentes tipos buchas e materiais de deslizamento em condições operacionais normais. As faixas de temperatura para as buchas de bronze e de bronze revestido SKF podem ser estendidas utilizando-se lubrificantes especiais. 

Coeficiente de atrito

Os principais fatores que afetam o atrito dos materiais de deslizamento SKF contra as superfícies conjugadas incluem carga, velocidade de deslizamento, rugosidade da superfície conjugada e condições de lubrificação. Coeficientes de atrito mais baixos são obtidos em cargas pesadas específicas em baixas velocidades de deslizamento, exceto para o bronze sinterizado SKF. Em condições extremas, pode ocorrer atrito mais alto e mais baixo.

O diagrama 2 compara o coeficiente de atrito em condições operacionais inicialmente lubrificadas ou secas de diferentes materiais de deslizamento SKF. 

Alta capacidade de carga

A capacidade de carga de uma bucha específica depende de vários fatores, incluindo o tipo de carga, a velocidade de deslizamento e a frequência de oscilação. O diagrama 3 compara a carga permitida do rolamento específico de diferentes materiais de deslizamento SKF em condições dinâmicas e estáticas.

Velocidade de deslizamento

Todos os materiais de deslizamento fornecidos pela SKF podem operar em movimentos rotacionais, oscilantes e lineares. A velocidade de deslizamento permitida para uma aplicação específica também depende da carga, da superfície do eixo e da dissipação de calor. O diagrama 4 compara a velocidade de deslizamento contínua permitida de diferentes materiais de deslizamento SKF.

Recomendações de eixo

Classes de tolerância maiores podem ser utilizadas quando as exigências da aplicação são moderadas.
Com frequência, a rugosidade de superfície tem influência significativa na vida útil. No entanto, uma rugosidade de superfície com valor superior a 0,4 mm podem ter um efeito negativo.
Quanto mais pesada a carga, mais duro o eixo deve ser. Quanto maior o risco de contaminantes incorporados, mais necessário é utilizar um eixo mais duro.
O diagrama 5 compara as recomendações de eixo SKF para classes de tolerância ISO, rugosidade de superfície e dureza de diferentes materiais de deslizamento SKF.
SKF logo