Recomendações de montagem e desmontagem fáceis

Para facilitar a montagem, as extremidades de eixo e os furos de mancal devem ter um chanfro de entrada com um ângulo de 10° a 20° graus (fig. 1). Isso é principalmente importante em aplicações que usam rolamentos maiores, já que os anéis podem ficar enviesados, causando danos às superfícies conjugadas.

Para facilitar o uso de ferramentas de desmontagem ao remover os rolamentos, pode ser vantajoso:

  • fornecer rebaixos no ressalto do eixo (fig. 2)
  • fornecer rebaixos ou furos roscados no furo do mancal (fig. 3)
Para desmontar rolamentos maiores que dispensam manutenção com diâmetro de furo d ≥ 80 mm que têm um ajuste de eixo apertado, a SKF recomenda usar o método de injeção de óleo. Com o método de injeção de óleo, o óleo sob alta pressão é injetado entre o anel interno do rolamento e o assento do eixo para formar um filme de óleo. Essa película de óleo separa as superfícies conjugadas e reduz consideravelmente a força necessária para desmontar o rolamento e praticamente eliminar o risco de danos ao rolamento e ao eixo.
Para usar o método de injeção de óleo, deve haver um duto de entrada de óleo no eixo e um canal de distribuição de óleo no assento (fig. 4). Como regra geral, a distância entre o canal e a face lateral do rolamento do qual a montagem ou desmontagem deve ser feita deve ser de cerca de um terço da largura do assento (fig. 4). As dimensões recomendadas dos dutos e canais, bem como das roscas para conectar o suprimento de óleo podem ser encontradas na tabela 1 e na tabela 2.
SKF logo