Desmontagem

Rótulas

Se as rótulas forem reutilizadas após a desmontagem, deve-se tomar o mesmo cuidado e atenção exigidos na montagem durante a desmontagem. A força de retirada necessária deve ser sempre aplicada no anel a ser desmontado. A SKF oferece uma ampla linha de diferentes extratores que se adaptam a várias aplicações. Se o eixo for pré-usinado para suportar os braços de um extrator de garra, então pode ser usado um extrator de dois ou três braços (fig. 1).
Em outros casos onde há espaço suficiente atrás do anel, pode ser usado um retroextrator de garras como o da série TMBS da SKF (fig. 2). Para rolamentos grandes com ajuste interferente, a desmontagem será bastante facilitada se for usado o método de injeção de óleo SKF (fig. 3). Os dutos de óleo e canais de distribuição devem ser fornecidos ao projetar o arranjo de rolamentos (Projeto dos arranjos de rolamentos).
Rolamentos pequenos podem ser desmontados, utilizando-se um encosto de montagem ou um pedaço de tubo aplicado no anel interno. Para rolamentos maiores com ajuste interferente, deve ser usada uma prensa hidráulica ou mecânica sempre que possível. Também é possível desmontar um rolamento a partir do furo do mancal/caixa de mancal aquecendo rapidamente o mancal sem aquecer o anel externo do rolamento em qualquer grau.

Terminais de rótula

Para desmontar os terminais de rótula, a porca de fixação que prende a haste deve ser afrouxada e, se possível, o terminal deve ser desparafusado de sua haste ou tubo. O terminal de rótula pode então ser removido do pino ou eixo da mesma maneira que o rolamento, por exemplo, usando um extrator ou uma prensa.
SKF logo