Rótulas que dispensam manutenção

Combinações de superfícies de contato deslizante de aço/PTFE de bronze sinterizado e aço/tecido PTFE

Durante a operação, o PTFE é transferido da superfície de contato deslizante seca do anel externo para a superfície de aço revestida de cromo duro do anel interno. Qualquer lubrificação externa das superfícies de contato deslizante perturbaria essa autolubrificação e reduziria a vida útil do rolamento.
Portanto, esses rolamentos não devem ser relubrificados e não apresentam local de relubrificação.

Combinação de superfícies de contato deslizante de aço/FRP PTFE

Os rolamentos com esta combinação de superfícies de contato deslizante também são autolubrificantes e podem ser operados sem graxa.
No entanto, uma lubrificação inicial seguida de relubrificação ocasional de rolamentos de aço/FRP PTFE pode estender a vida útil do rolamento em pelo menos duas vezes. Os anéis internos dos rolamentos radiais ou arruelas de eixo de contato angular e rolamentos axiais são revestidos de graxa à base de lítio antes de sair da fábrica.
Se as condições operacionais forem tais que seja necessária proteção contra corrosão e melhor vedação, o espaço livre ao redor do rolamento (fig. 1) pode ser preenchido com a mesma graxa utilizada para lubrificar o rolamento. O tempo adequado para reabastecimento ou troca da graxa no arranjo de rolamentos é determinado pelas condições operacionais e pelo envelhecimento da graxa.
Devem ser usadas graxas à base de lítio, hidrorrepelentes e inibidoras de ferrugem com consistência de 2 na escala NGLI. A SKF recomenda a graxa SKF LGEP 2 (tabela 1). Nunca se devem utilizar graxas que contenham dissulfeto de molibdênio ou outros lubrificantes sólidos.

CUIDADO:

Conforme o modelo, as rótulas e terminais de rótula SKF são parcial ou totalmente revestidas de óleos conservantes ou são preenchidas com graxa. Evite o contato com a pele, pois essas substâncias podem causar irritação da pele ou reações alérgicas.
SKF logo