Montagem

Habilidade e limpeza na montagem são necessárias se as rótulas e terminais de rótula tiverem que obter o máximo de vida útil e não falhar prematuramente.
As rótulas e os terminais de rótula só devem ser retirados de suas embalagens imediatamente antes da montagem para que não fiquem contaminados. Os componentes do rolamento que possivelmente tenham ficado sujos como resultado de manuseio indevido ou embalagem danificada devem ser limpos com um pano que não solte fiapos.
As superfícies de contato deslizante das rótulas são combinadas para proporcionar características favoráveis de atrito e desgaste. Sendo assim, qualquer alteração das superfícies deslizantes pode reduzir a vida útil do rolamento. As alterações neste contexto também incluem a lavagem ou exposição das superfícies deslizantes a solventes, produtos de limpeza, óleos ou produtos semelhantes.
Todos os componentes associados devem ser limpos e não conter rebarbas. Certifique-se também de verificar cada componente associado quanto à precisão dimensional, antes de iniciar o processo de instalação.

Rótulas

Ao montar rótulas com um anel externo fraturado ou bipartido, é essencial que a junta seja posicionada em um ângulo de 90° em relação à direção da carga (fig. 1), caso contrário, a vida útil será reduzida.
As tiras de aço ou plástico que seguram os anéis externos das rótulas não devem ser removidas antes da montagem. Elas estão posicionadas em um canal circular e não ficam salientes em relação à superfície do diâmetro externo.
Os anéis externos das rótulas que são bipartidos axialmente e parafusados juntos devem ser montados como tal, sem afrouxar os parafusos.

Montagem

As seguintes ferramentas são indicadas para a montagem das rótulas:

  • um encosto de montagem (fig. 2) ou pedaço de tubo; o anel com ajuste interferente deve ser montado primeiro.
  • um encosto com duas superfícies de encosto (fig. 3) para montagem simultânea do rolamento no eixo e no mancal
  • para quantidades maiores de rolamentos, as ferramentas indicadas podem ser usadas juntamente com uma prensa (fig. 4)

Ao montar rótulas, considere o seguinte:

  • Nunca use um martelo ou saca-pino para colocar o rolamento no lugar, isso pode danificar os anéis (fig. 5).
  • A força de montagem nunca deve ser direcionada através das superfícies de contato deslizante (fig. 6). Isso pode danificar as superfícies de contato deslizante e/ou expandir os anéis externos fraturados ou bipartidos, que podem causar um aumento na força de montagem necessária.

Montagem a quente

Geralmente, não é possível montar rolamentos maiores a frio, uma vez que a força necessária para prensar um rolamento no lugar aumenta consideravelmente com o seu tamanho. Assim sendo, a SKF recomenda o seguinte:

  • aqueça o rolamento antes de ele ser montado no eixo (fig. 7).
  • aqueça os mancais não bipartidos antes de inserir o rolamento
Para montar um rolamento no eixo, uma diferença de temperatura de 60 a 80 °C entre a temperatura ambiente e o anel interno aquecido é normalmente suficiente. Para mancais, o diferencial adequado depende do grau de interferência e do diâmetro do assento. No entanto, um aumento moderado da temperatura é geralmente suficiente. Ao aquecer o rolamento, não exceda o limite de temperatura de qualquer componente associado, como as vedações.
Para uma fonte de aquecimento uniforme e sem riscos, deve ser utilizado um aquecedor por indução. O uso de um aquecedor por indução SKF tem diversas vantagens. Ele aquece o rolamento rapidamente e um termostato interno evita o superaquecimento. Os componentes não metálicos, como as vedações ou tecido PTFE, permanecem frios assim como o próprio aquecedor. Os aquecedores por indução SKF desmagnetizam automaticamente o rolamento depois que ele é aquecido. Não se recomenda montar os rolamentos resfriando o eixo ou o rolamento, já que temperaturas muito baixas acabam causando condensação inevitavelmente, criando, assim, o risco de corrosão.
Para facilitar a montagem de rolamentos grandes, principalmente se tiverem sido aquecidos, é possível usar cabos de suspensão e um guindaste. Podem ser usados cabos de suspensão metálicos ou têxteis ao redor do anel externo. Uma mola entre o ganho do guindaste e o cabo de suspensão também facilita o manuseio do rolamento fig. 8).

AVISO!

As rótulas e os terminais de rótula que dispensam manutenção não devem ser jamais submetidos a temperaturas acima de +280 °C (+535 °F) devido ao conteúdo de PTFE. O PTFE é totalmente inerte abaixo dessa temperatura, mas começa a se decompor em temperaturas mais altas, a partir de aproximadamente 320 °C (605 °F). Os compostos de flúor liberados durante esse processo são extremamente tóxicos, mesmo em pequenas quantidades, e podem causar ferimentos graves. Deve-se lembrar também que o material continua perigoso de manusear, mesmo após ter esfriado, uma vez que tenha sido superaquecido.
Devem ser usadas luvas resistentes ao calor ao manusear componentes quentes.

Terminais de rótula

Os terminais de rótula são instalados nos pinos e eixos da mesma maneira que as rótulas. O leve aquecimento reduz a força necessária para a montagem e o risco de danificar componentes relacionados.

Ao fixar terminais de rótula em hastes roscadas ou tubos de extensão (fig. 9), deve-se usar uma contraporca de fixação na haste ou na rosca externa do terminal de rótula. Ela deve ser apertada com firmeza contra a superfície de encosto do terminal de rótula ou tubo.

Rótulas de aço/aço SKF Explorer

As rótulas de aço/aço SKF Explorer não devem ser lubrificadas1). Esses rolamentos são lubrificados na fábrica em condições bem controladas. O uso de uma graxa externa apenas reduzirá a eficácia do sistema tribológico. Durante a montagem, não gire o rolamento até o ponto em que a graxa saia do rolamento.

OBSERVAÇÃO:

A SKF oferece uma ampla linha de ferramentas mecânicas e hidráulicas, além de equipamento aquecedor para montagem e desmontagem de rolamentos. Para obter mais informações, consulte www.skf.com/maintenance-products.
  1. 1)Os rolamentos ainda apresentam furos para lubrificação por motivos de fabricação. Não aplique graxa no rolamento. A aplicação ou reaplicação de graxa nos rolamentos comprometerá a operação que dispensa manutenção dos rolamentos e anulará o compromisso de vida útil fornecido pela SKF com o rolamento original.
SKF logo