Capacidade de carga

Se a espessura do filme lubrificante hidrodinâmico não for suficiente para evitar o contato de metal com metal, a vida útil do rolamento pode ser estendida significativamente através do uso de um lubrificante que contenha aditivos de pressão extrema (EP) ou antidesgaste (AW).
Em aplicações em que κ >1 (→ Relação de viscosidade κ), a SKF geralmente não recomenda o uso de aditivos EP ou AW. No entanto, existem circunstâncias nas quais os aditivos EP/AW podem ser benéficos, como quando se espera um deslizamento excessivo entre os corpos rolantes e as pistas.

Aditivos para pressão extrema

Os aditivos EP (pressão extrema) são uma opção para superar o contato de metal com metal das asperezas nas superfícies de contato. Altas temperaturas, induzidas pelo contato de aspereza local, ativam esses aditivos, que favorecem o desgaste químico moderado nos pontos de contato. O resultado é uma superfície mais lisa, menores esforços de contato e maior vida útil do rolamento.
Alguns aditivos EP modernos contêm enxofre-fósforo, que podem se tornar quimicamente ativos mesmo sem o contato de aspereza. Nesses casos, temperaturas operacionais elevadas e/ou esforços de contato tornam-se o catalisador. A atividade química resultante não poderá ser restrita aos contatos de aspereza e poderá ter um efeito prejudicial na resistência da matriz de aço para rolamentos. Isso pode propiciar processos de corrosão/difusão nos contatos e levar a danos prematuros do rolamento, geralmente iniciados por pequenos descascamentos.
Portanto, a SKF recomenda o uso de aditivos EP menos reativos em aplicações com temperaturas operacionais > 80 °C (175 °F) e < 100 °C(210 ° F). Em velocidades muito baixas, aditivos lubrificantes sólidos, como grafite e dissulfeto de molibdênio (MoS2) podem ser usados para aprimorar o efeito EP. Esses aditivos devem ter um nível de pureza alto e um tamanho de partícula muito pequeno. Caso contrário, entalhes decorrentes da sobrerrolagem das partículas podem reduzir a vida útil do rolamento.
Para obter informações adicionais sobre aditivos EP, entre em contato com o serviço de engenharia de aplicação SKF.

Aditivos antidesgaste

Os aditivos AW (antidesgaste), como aditivos EP, evitam o contato direto de metal com metal. No entanto, a forma como eles funcionam é muito diferente. A principal diferença é que os aditivos AW criam uma camada de proteção que adere à superfície do metal. As asperezas podem deslizar uma sobre a outra, evitando contato direto. Portanto, o acabamento superficial não é afetado pelo desgaste moderado como no caso dos aditivos EP. Os aditivos AW, da mesma forma que os aditivos EP, podem conter elementos que possam enfraquecer a estrutura de aço perto da superfície.
Determinados espessantes (por exemplo, complexo de sulfonato de cálcio) também proporcionam um efeito EP/AW sem atividade química e o efeito resultante na vida de fadiga do rolamento. Os limites de temperatura para esses espessantes estão dentro dos limites de temperatura da maioria das graxas e óleos.
Para obter informações adicionais sobre aditivos AW, entre em contato com o serviço de engenharia de aplicação da SKF.
SKF logo