Geral

As informações fornecidas nesta seção são bastante genéricas, sendo seu principal objetivo indicar o que deve ser levado em consideração pelos projetistas de máquinas e equipamentos para facilitar a montagem e a desmontagem de rolamentos. Para obter mais informações sobre os procedimentos de montagem e desmontagem, consulte o Manual de manutenção do rolamento SKF.
Onde montar
Os rolamentos devem ser montados em uma área seca, livre de poeira e afastada de máquinas que gerem limalha e poeira. Quando os rolamentos precisarem ser montados em uma área desprotegida, o que normalmente acontece com rolamentos grandes, devem ser tomadas ações para proteger o rolamento e a posição de montagem contra contaminantes, como poeira, sujeira e umidade. Isso pode ser feito cobrindo-se ou enrolando-se os rolamentos e os componentes da máquina com plástico ou folha.
Preparações antes da montagem e desmontagem
Antes da montagem, certifique-se de que todas as peças, ferramentas, equipamento e dados necessários estejam prontamente disponíveis. Também é aconselhável revisar quaisquer desenhos ou instruções para determinar a ordem e direção corretas que os componentes devem ser montados. Deixe os rolamentos em suas embalagens originais até imediatamente antes da montagem para que não sejam expostos a quaisquer contaminantes. Caso haja risco de que os rolamentos sejam contaminados em decorrência de manuseio indevido ou embalagens danificadas, eles devem ser lavados e secos antes da montagem.

Verificação de componentes associados

Mancais, eixos, vedações e outros componentes do sistema de eixo devem ser verificados para assegurar que estejam limpos. Isso é especialmente importante para furos roscados, entradas ou canais nos quais restos das operações de usinagem anteriores podem ter sido coletados. Além disso, certifique-se de que todas as superfícies não pintadas de mancais fundidos estejam livres de areia de fundição e que quaisquer rebarbas tenham sido removidas.

Quando todos os componentes tiverem sido limpos e secos, verifique as tolerâncias dimensionais e de forma de cada peça. Os rolamentos só funcionam satisfatoriamente se os componentes associados estão de acordo com as tolerâncias prescritas. Os diâmetros do eixo cilíndrico e dos assentos dos mancais costumam ser verificados com um micrômetro ou calibrador interno em duas seções transversais e em quatro direções (fig. 1). Assentos de eixo cônico podem ser verificados utilizando-se um calibrador de anel (série GRA 30), um calibrador cônico (DMB ou série 9205) ou uma régua de seno.

É aconselhável manter um registro de todas as medições. Ao medir, é importante que os componentes e os instrumentos de medição tenham aproximadamente a mesma temperatura. Isso é particularmente importante para rolamentos grandes e seus componentes associados.

Remoção do conservante

Normalmente, o conservante aplicado aos novos rolamentos não precisa ser removido. Basta limpar a superfície externa e do furo. No entanto, se os rolamentos forem lubrificados com graxa e utilizados em temperaturas muito altas ou muito baixas ou se o lubrificante a ser utilizado não for compatível com o conservante, o rolamento deve ser lavado e seco com cuidado. Os rolamentos tampados com vedações ou placas de proteção são preenchidos com graxa e não devem ser lavados antes da montagem.

Quando tirados de sua embalagem original, alguns rolamentos grandes com diâmetro externo D > 420 mm podem ser cobertos por uma camada oleosa e relativamente espessa de conservante. Esses rolamentos devem ser bem lavados com aguarrás ou outro líquido de limpeza seguro e então secos.
Manuseio de rolamento
A SKF recomenda usar luvas, assim como ferramentas de transporte e içamento (fig. 2) que tenham sido desenvolvidas especialmente para o manuseio de rolamentos. Usar as ferramentas adequadas aumenta a segurança e, ao mesmo tempo, economiza tempo e esforço.

Ao manusear rolamentos quentes ou oleosos, a SKF recomenda a utilização de luvas adequadas resistentes a calor e óleo.

Para rolamentos grandes e pesados, deve ser usado um guincho de elevação que suporte o rolamento desde a base (fig. 3). Uma mola entre o gancho e o guincho pode facilitar o posicionamento do rolamento no eixo.

Para facilitar a elevação, rolamentos grandes podem ser fornecidos sob encomenda com furos rosqueados nas faces laterais dos anéis para acomodar parafusos com olhais. Esses furos são projetados para suportar apenas o peso do rolamento, pois o tamanho e a profundidade do furo são limitados pela espessura do anel. Certifique-se de que os parafusos olhais sejam submetidos apenas a cargas na direção do eixo da haste (fig. 4).

Ao montar um mancal grande e não bipartido sobre um rolamento que já esteja na posição em um eixo, é recomendável fornecer uma suspensão em três pontos para o mancal e que o comprimento de uma linga seja ajustável. Isso facilita o processo de alinhamento do furo do mancal com o anel externo do rolamento.
SKF logo