Velocidade-limite

A velocidade-limite (mecânica) é determinada por critérios que incluem a estabilidade da forma e a resistência da gaiola, a lubrificação das superfícies de orientação da gaiola, as forças centrífugas e giratórias que atuam sobre os corpos rolantes, precisão da caixa de mancal e outros fatores de limitação de velocidade, como vedações e o lubrificante para rolamentos vedados.
A experiência mostra que mesmo sob as condições mais favoráveis de carga e atrito, existem velocidades máximas que não devem ser excedidas por razões técnicas ou devido aos custos muito altos envolvidos em manter as condições de funcionamento estáveis por qualquer período de tempo.
As velocidades-limites listadas nas tabelas de produtos são válidas para o modelo básico de rolamento. Em casos onde a velocidade-limite é maior que a velocidade de referência, temperaturas significativamente maiores do que o valor de referência podem ser esperadas. Sob essas condições, medidas adequadas podem ser necessárias (→ Velocidades acima da velocidade de referência). Se essas medidas não forem adequadas, a folga interna do rolamento e a precisão dos assentos de eixo e do mancal devem ser verificadas e adaptadas para as condições operacionais mais exigentes (→ Tolerâncias de desvio radial total).
A compatibilidade dos materiais no sistema do rolamento também precisa ser considerada em relação à temperatura do rolamento e vida útil exigida (→ Materiais para rolamentos e Graxas de lubrificação). Quando a temperatura operacional constante é maior que a máxima recomendada pela classe de estabilização do material do rolamento, ou seja, 120 °C para a classe SN (→ Influência da temperatura operacional), um rolamento com uma classe de estabilização mais alta pode ser necessário para manter a tensão de montagem e a folga interna do rolamento.
Para lubrificação a graxa, outros fatores, como lubrificação das superfícies de orientação da gaiola e consistência da graxa na temperatura operacional devem ser levados em consideração (→ Lubrificação com graxa).
Alguns rolamentos de esferas abertos possuem baixíssimo atrito e as velocidades de referência listadas podem ser maior que as velocidades-limites. Portanto, a velocidade de referência ajustada precisa ser calculada e comparada com a velocidade-limite. Deve ser utilizado o menor dos dois valores.
Para funcionar satisfatoriamente, especialmente em altas velocidades, os rolamentos devem ser submetidos a uma determinada carga mínima. Para obter informações detalhadas sobre a carga mínima necessária, consulte Cargas na seção do produto relevante.
Em geral, se a velocidade-limite não for capaz de atender aos requisitos da aplicação, podem ser necessárias modificações no rolamento, no sistema de lubrificação ou na aplicação. As modificações podem incluir melhoria na precisão de giro do rolamento, troca de materiais da gaiola, troca de lubrificante ou método de lubrificação ou melhoria na dissipação de calor.
Nesse caso, a SKF recomenda entrar em contato com o serviço de engenharia de aplicação SKF para obter assistência.
SKF logo