Rolamentos da configuração TDI

Os rolamentos dessa configuração (fig. 1) possuem um anel interno de duas carreiras com dois conjuntos de gaiola e rolos (cone duplo) e dois anéis externos (capas). As duas carreiras de rolos são dispostas em X. Normalmente, um anel intermediário é colocado entre os dois anéis externos. Esse anel é dimensionado de maneira que uma determinada pré-carga ou folga axial seja obtida.
Os rolamentos são indicados principalmente para arranjos de rolamentos com anel interior fixo e são produzidos pela SKF com um furo cilíndrico, sendo alguns tamanhos produzidos também com um furo cônico. Para arranjos de rolamentos nos quais os rolamentos devam ser montados com um ajuste com folga no eixo ou munhão, projetos especiais são fornecidos pela SKF. Para contrabalançar a desvantagem de um ajuste com folga no eixo (o anel interno gira sobre seu assento, o que pode causar dano ao rolamento e ao assento), esses rolamentos especiais possuem um canal helicoidal no furo e/ou canais para lubrificação nas faces laterais dos anéis do rolamento (fig. 2). Esses canais permitem que o lubrificante seja fornecido com eficiência para as superfícies de contato deslizante.
Rolamentos com um ângulo de contato grande são um projeto especial da configuração TDI (>fig. 3). Esses rolamentos possuem uma capacidade de carga axial particularmente alta, sendo utilizados principalmente como rolamentos axiais em aplicações de laminação. Como eles são montados com ajuste com folga no pescoço do cilindro e submetidos apenas a cargas puramente axiais, o anel interno possui um ou mais entalhes em uma ou ambas as faces laterais para permitir que ele seja preso e evitar que ele gire sobre seu assento. Dependendo da aplicação, os rolamentos são fornecidos com ou sem um anel intermediário entre os dois anéis externos. Eles também podem ser fornecidos como unidades autorretentoras, com uma bucha de retenção sobre os anéis externos (fig. 4).
Essas unidades de rolamento autorretentoras com bucha de retenção são caracterizadas por uma alta capacidade de carga e manuseio simples, em comparação com os rolamentos convencionais. Os anéis externos são integrados na bucha. A deformação dos anéis externos normalmente resultante de cargas axiais pesadas é consideravelmente reduzida por isso e, como consequência, a distribuição de tensões nos contatos de rolagem é mais favorável, levando a uma vida mais longa. A folga interna axial é determinada pela bucha. O pré-carregamento através de molas não é necessário. O projeto do arranjo é simplificado e, por isso, torna-se mais econômico e a montagem também é mais fácil.

A SKF produz rolamentos de duas carreiras de rolos cônicos da configuração TDI principalmente nos modelos descritos a seguir.

Projeto TDI

Rolamento com anel intermediário e gaiolas tipo janela em aço estampado (fig. 5).

Projeto TDI.1

Rolamento com anel intermediário, rolos perfurados e gaiolas rebitadas em aço (fig. 6).

Projeto TDIE

Rolamento com anel interno prolongado em ambos os lados, anel intermediário e gaiolas em aço estampado. As extensões do anel interno são retificadas e servem como coroas para vedações radiais de eixo (fig. 7).

Projeto TDIT

Rolamento com furo cônico, conicidade 1:12, anel intermediário entre os anéis externos e gaiolas em aço estampado (fig. 8).

Projeto TDIS

Rolamento com ângulo de contato grande, anel intermediário entre os anéis externos e gaiolas em aço estampado (fig. 9).

Projeto TDIS.1

Rolamento com ângulo de contato grande, anel intermediário entre os anéis externos, rolos perfurados e gaiolas rebitadas em aço (fig. 10).

Projeto TDIS.2

Unidades de rolamentos autorretentoras com ângulo de contato grande, anéis externos mantidos em uma bucha de retenção, rolos perfurados e gaiolas rebitadas em aço (fig. 11).
SKF logo