Classificações de carga equivalentes

Para aplicações de laminação, costumam ser usadas capacidades de carga que não são calculadas de acordo com a norma ISO 281:1990, mas por um método diferente baseado em uma vida nominal de 90 milhões de revoluções (500 r/min por 3.000 horas em funcionamento). Como uma comparação direta dessas capacidades de carga com as capacidades de carga ISO não é possível, mesmo que elas fossem convertidas para 1 milhão de revoluções (definição de vida ISO), capacidades de carga "equivalentes", calculadas pelo mesmo método não ISO, são fornecidas nas tabelas de produtos para rolamentos de duas carreiras de rolos cônicos, uma vez que esses rolamentos são frequentemente utilizados em laminadores.
Essas capacidades de carga equivalentes só podem ser utilizadas em conjunto com as equações de carga equivalente e de vida especificadas abaixo; elas não podem ser utilizadas para calcular uma vida nominal ISO.

Cálculo de vida equivalente

A vida equivalente é calculada, utilizando-se a capacidade de carga equivalente CF da seguinte maneira

LF10 = 90 (CF/PF) 10/3

ou

LF10h = (CF/PF)10/3 (1 500 000/n)

onde

LF10=
vida nominal equivalente [milhões de revoluções]
LF10h=
vida nominal equivalente [horas de funcionamento]
CF=
classificação de carga comparativa dinâmica para proporcionar uma vida nominal de 90 milhões de revoluções [kN]
PF=
carga dinâmica equivalente do rolamento (consulte as condições na tabela) [kN]
n=
velocidade operacional constante [r/min]


Para os casos de carga 1a) e 1b) (consulte a tabela), é necessário utilizar a classificação de carga para uma carreira de rolos ao utilizar PFL. Essa capacidade de carga (para uma carreira) pode ser obtida a partir de

CF (row) = 0,58 CF (rolamento)
SKF logo