Instruções de montagem

Ao montar rolamentos de duas carreiras de rolos cônicos, os componentes individuais do rolamento devem ser montados na ordem correta. Os componentes são identificados por uma letra (fig. 1). Todos os componentes de um rolamento são marcados com o mesmo número de série para que não haja risco de misturar componentes caso vários rolamentos devam ser montados ao mesmo tempo.
Na maioria das aplicações em laminadores, a direção da carga é constante no anel externo, de maneira que apenas um quarto da pista do anel externo, aproximadamente, fica sob carga. Por essa razão, as faces laterais dos anéis externos são divididas em quatro zonas (fig. 2) marcadas de I a IV. As marcas da zona I são, além disso, unidas por uma linha que atravessa a superfície externa do anel externo.
Ao montar pela primeira vez, é comum posicionar a zona I na direção de ação de atuação da carga. Quando os calços são remontados, os anéis externos devem ser virados por 90° para que a próxima zona seja exposta à carga. Instruções de montagem detalhadas podem ser fornecidas com o rolamento, se necessário.
Ao montar rolamentos menores de configuração TDI, deve-se ter cuidado para que os anéis intermediários, que costumam ter paredes relativamente finas, não sejam deformados (comprimidos), por exemplo, ao apertar os parafusos da tampa. Isso levaria a uma folga axial muito pequena no rolamento ou a uma pré-carga excessiva. Portanto, é recomendável que esses rolamentos sejam ajustados em seus assentos de mancal, por exemplo, dotando a tampa de um encaixe de tubo que seja apropriado para a largura do rolamento.
Se não houver pessoal suficientemente experiente disponível para a montagem dos rolamentos, é recomendável entrar em contato com a SKF, particularmente se forem rolamentos grandes. A equipe de serviço da SKF fará a montagem de forma rápida e confiável.
SKF logo