Cálculo da carga radial que atua sobre rolamentos pareados

Quando os rolamentos de rolos cônicos pareados, dispostos em X ou O, forem montados juntamente com um terceiro rolamento, o arranjo será estaticamente indeterminado. Nesses casos, a carga radial Fr que atua sobre o par de rolamentos deve ser calculada primeiro.

Rolamentos pareados dispostos em X

Para os rolamentos pareados, quando os dois rolamentos forem dispostos em X (fig. 1), pode-se concluir que a carga radial atuará no centro geométrico dos rolamentos pareados, uma vez que a distância entre os centros de pressão dos dois rolamentos é pequena em comparação com a distância entre os centros geométricos do conjunto e do outro rolamento. Neste caso se conclui que o arranjo de rolamentos seja estaticamente determinado.

Rolamentos pareados dispostos em O

A distância a entre os centros de pressão dos dois rolamentos pareados dispostos em O é grande em comparação com a distância L entre os centros geométricos dos rolamentos pareados e do outro rolamento (fig. 2). Assim sendo, é necessário calcular a magnitude da carga atuante no par de rolamentos, assim como a distância a1 na qual a carga atua. Pode-se obter a magnitude da carga radial com a seguinte equação
onde
Fr=carga radial atuante no par de rolamentos [kN]
Kr
=
força radial atuante no eixo, [kN]
L
=distância entre os centros geométricos das posições dos dois rolamentos, [mm]
L1=
distância entre o centro da posição I do rolamento e o ponto de ação da força Kr [mm]
a
=
distância entre os centros de pressão dos rolamentos, [mm]
a1
=
distância entre o centro geométrico dos rolamentos pareados e o ponto de ação da carga radial Fr [mm]
A distância a1 pode ser determinada através do diagrama 2. A distância dos centros de pressão a e o fator de cálculo Y2 são indicados na tabela de produtos.
SKF logo