Rigidez axial

A rigidez axial depende da deformação elástica (deflexão) do rolamento sob a carga e pode ser expressa como a relação entre a carga e a deflexão. Entretanto, já que a relação entre a deflexão e a carga não é linear, somente é possível fornecer valores de referência (→ tabela de produtos).

Esses valores se aplicam a pares de rolamentos montados com um ajuste interferente próximo a zero em um eixo de aço, sob condições estáticas e sujeitos a cargas moderadas.

Valores mais precisos para a rigidez axial podem ser calculados, usando-se métodos computacionais avançados. Para obter informações adicionais, entre em contato com o serviço de engenharia de aplicação da SKF.

Comparando-se rolamentos de mesmo tamanho, os conjuntos de rolamentos com três ou mais rolamentos oferecem um grau maior de rigidez axial do que os conjuntos com dois rolamentos. Os valores de referência para rigidez axial desses conjuntos podem ser calculados, multiplicando-se os valores listados na tabela de produtos pelo fator fornecido na tabela 1.

Para rolamentos híbridos, os valores de referência para rigidez axial podem ser obtidos da mesma forma que para os rolamentos com esferas de aço. No entanto, o valor calculado deve ser multiplicado, em seguida, por um fator de 1,11 (para todos os arranjos e classes de pré-carga).

SKF logo