Rolamentos híbridos

Os rolamentos de rolos cilíndricos híbridos (sufixo de designação HC5) estão disponíveis na série N 10 e podem ser fornecidos sob encomenda na série NN 30. Eles possuem anéis feitos de aço para rolamento e rolos feitos de nitreto de silício com qualidade especial para rolamentos (cerâmicos). Como os rolos de cerâmica são mais leves e têm um módulo de elasticidade mais alto e um coeficiente de expansão térmica mais baixo do que os rolos de aço, os rolamentos híbridos podem oferecer as seguintes vantagens:
  • maior grau de rigidez
  • alta capacidade de velocidade
  • forças de inércia e centrífuga reduzidas dentro do rolamento
  • tensão minimizada nos contatos de rolagem do anel externo a altas velocidades
  • calor de atrito reduzido
  • menor consumo de energia
  • vida útil estendida do rolamento e da graxa
  • menos tendência a danos por espalhamento deslizante e a danos da gaiola quando sujeitos a inícios ou paradas rápidas frequentes
  • menor sensibilidade às diferenças de temperatura dentro do rolamento
  • controle de pré-carga mais preciso
Para obter informações adicionais sobre o nitreto de silício, consulte Materiais para anéis de rolamento e corpos rolantes.
Para maximizar o desempenho de um rolamento híbrido, a SKF recomenda o uso de rolamentos híbridos de uma carreira com uma gaiola PEEK do tipo janela, centrada no anel externo (sufixo de designação PHA ou TNHA). Esses rolamentos, de acordo com o modelo da gaiola, podem alcançar velocidades de até A =2.200.000 mm/min, sob carga leve e lubrificados com sistema ar-óleo (diagrama 1). Eles podem alcançar velocidades de até A = 1.800.000 mm/min, quando lubrificados com graxa (diagrama 2). Como opção para melhorar, ainda mais, o fluxo de lubrificação, podem ser fornecidos, sob encomenda, rolamentos da série N 10 com furo para lubrificação no anel externo.
SKF logo