Atrito

O atrito em um rolamento pode ser descrito como a resistência total à rotação. Os fatores que contribuem para isso incluem, entre outros:
  • deformação elástica dos corpos rolantes e das pistas sob carga
  • velocidades
  • lubrificante e método de lubrificação
  • atrito deslizante entre os corpos rolantes e a gaiola, os flanges e anéis-guia e entre as vedações e suas superfícies de apoio
Cada um deles contribui para o calor do atrito, gerado pelo rolamento. A temperatura operacional do rolamento é atingida quando o calor do atrito e o calor dissipado pela aplicação estão em equilíbrio.
Para obter informações detalhadas sobre atrito em rolamentos de superprecisão, entre em contato com o serviço de engenharia de aplicação SKF.

Efeitos da folga e da pré-carga no atrito

Temperaturas operacionais elevadas ou altas velocidades podem reduzir a folga interna ou aumentar a pré-carga em um rolamento. Qualquer uma dessas alterações pode aumentar o atrito. Isso é especialmente importante para arranjos de rolamentos de superprecisão, porque normalmente são pré-carregados e extremamente sensíveis a alterações na pré-carga.
Para aplicações sensíveis a alterações de folga ou pré-carga, entre em contato com o serviço de engenharia de aplicação SKF.

Efeito do preenchimento com graxa no atrito

Durante o início de operação ou após a relubrificação, o momento de atrito de um rolamento lubrificado com graxa pode ser excepcionalmente alto durante as primeiras horas ou dias de operação. Esse momento de atrito inicial elevado, que pode ser visto como um pico de temperatura, é causado pela distribuição irregular de graxa dentro do espaço livre rolamento.
Depois de um período de funcionamento inicial, o momento de atrito e a temperatura operacional do rolamento geralmente são semelhantes aos valores dos rolamentos lubrificados por óleo. Rolamentos preenchidos com uma quantidade excessiva de graxa poderão apresentar valores de atrito mais altos.

Comportamento friccional dos rolamentos híbridos

A menor densidade dos corpos rolantes de nitreto de silício, em comparação com o aço, reduz as forças centrífugas internas. Isso, juntamente com seu baixo coeficiente de atrito, reduz significativamente as temperaturas dos rolamentos em altas velocidades. O funcionamento a temperaturas mais baixas estende a vida útil do rolamento e do lubrificante.
SKF logo