Preenchimento inicial com graxa

Os rolamentos de superprecisão que operam em alta velocidade devem ter menos de 30% do espaço livre preenchido com graxa.

Os rolamentos axiais de esferas de contato angular abertos para parafusadeiras devem ser lubrificados com uma quantidade de graxa que preencha aproximadamente 25 a 35% do espaço livre no rolamento.

Rolamentos engraxados recentemente devem ser operados a baixas velocidades durante o período de operação inicial (→ Operação inicial de rolamentos lubrificados com graxa). Isso permite que o excesso de graxa seja deslocado e que o restante seja distribuído de maneira uniforme dentro do rolamento. Se essa fase de operação inicial for negligenciada, existe o risco de que picos de temperatura levem à falha prematura do rolamento.

O preenchimento inicial com graxa depende do tipo, da série e do tamanho do rolamento, bem como do fator de velocidade A.

A = n dm


onde
A
=fator de velocidade [mm/min]
dm=diâmetro médio do rolamento [mm]
= 0,5 (d + D)
n=velocidade de rotação [r/min]

O preenchimento inicial com graxa para rolamentos abertos pode ser estimado usando

G = K Gref


onde
G
=preenchimento inicial com graxa [cm3]
Gref=quantidade de graxa de referência [cm3] (→ Product tables)
K=um fator de cálculo dependente do tipo de rolamento e do fator de velocidade A (diagram 1)
Rolamentos vedados são preenchidos com uma graxa de alta qualidade e baixa viscosidade que preencha aproximadamente 15% de seu espaço livre. Eles dispensam relubrificação sob condições operacionais normais. A graxa é caracterizada por:
  • capacidade para altas velocidades
  • excelente resistência ao envelhecimento
  • muito boas propriedades de inibição de ferrugem

As especificações técnicas da graxa estão listadas na tabela 1.

SKF logo