Óleos lubrificantes

Para lubrificar rolamentos de superprecisão, geralmente, os óleos lubrificantes de alta qualidade sem aditivos EP são recomendados. A viscosidade do óleo necessária pode ser determinada, seguindo-se as recomendações em Condições de lubrificação - relação de viscosidade κ e é basicamente uma função do tamanho, velocidade e temperatura operacional do rolamento.
Os cálculos podem ser feitos com a calculadora de Viscosidade.
Com sistemas de lubrificação ar-óleo, muitos tipos de óleo são adequados. Óleos com viscosidade de 40 a 100 mm2/s a 40 °C são geralmente usados, assim como óleos com aditivos EP, que são preferíveis principalmente para rolamentos de rolos. Os óleos com viscosidade de 10 a 15 mm2/s a 40 °C normalmente são usados para lubrificação por jato de óleo, enquanto os sistemas de lubrificação por vapor de óleo costumam usar óleos com viscosidade de 32 mm2/s a 40 °C .
Os intervalos em que o óleo deve ser trocado ao usar os sistemas de lubrificação por banho de óleo, óleo circulante ou jato de óleo dependem principalmente das condições operacionais e da quantidade de óleo envolvido. Quando são usados sistemas de lubrificação por gotas de óleo, vapor de óleo ou ar-óleo, o lubrificante é fornecido aos rolamentos somente uma vez.
Os intervalos em que o óleo deve ser trocado ao usar os métodos de banho de óleo, óleo circulante e jato de óleo dependem principalmente das condições operacionais e da quantidade de óleo envolvido. Quando gotas de óleo, vapor de óleo e lubrificação por atomização de óleo são usados, o lubrificante é "perdido" e, portanto, fornecido aos rolamentos somente uma vez.

Limpeza do óleo

A limpeza do óleo, que afeta negativamente a vida útil e o desempenho do rolamento, requer um sistema de vedação eficaz. Mesmo com vedações eficazes, no entanto, a condição do óleo deve ser monitorado com regularidade. Isso é válido principalmente para sistemas de recirculação de óleo em que a entrada de líquidos de arrefecimento, óleos de corte e outros contaminantes líquidos pode alterar as propriedades de lubrificação do óleo.
Os requisitos de limpeza do óleo podem ser descritos pelo número de partículas por mililitro de óleo para diferentes tamanhos de partículas. A norma ISO 4406:1999 fornece um sistema de codificação para o nível de contaminantes sólidos. Os requisitos de limpeza do óleo de aplicações de alta precisão, como eixos-árvore eletrônicos, vão além dessa codificação. O tamanho máximo da partícula não deve exceder 5 μm. Os níveis aceitáveis de contaminação podem ser especificados como uma extrapolação dos códigos de contaminação conforme a norma
ISO 4406:1999 (diagrama 1):
  • 10/7, para eixos-árvore novos
  • 13/10, após um longo uso (aprox. 2.000 horas)
SKF logo