Filtros

Filtros
Filtros

O abastecimento de pontos de atrito com lubrificante contaminado ocasiona a redução da vida útil, falhas prematuras e envelhecimento mais rápido do lubrificante. Os lubrificantes podem ser contaminados durante o processo de produção ou também posteriormente. Partículas sólidas não lubrificantes e insolúveis em óleo e os produtos do envelhecimento do próprio lubrificante são todos fontes de contaminação. Uma filtragem suficiente prolonga consideravelmente a vida útil da máquina, de seus rolamentos e de outros pontos de atrito.


Os principais critérios de seleção são:

  • Vazão nominal [l/min], queda de pressão (dependente do volume e da viscosidade)
  • Pressão operacional [MPa]
  • Tamanho da trama do filtro, taxa de filtração, capacidade ACFTD
  • Faixa de temperaturas
  • Equipamentos complementares, como: Indicador visual de sujeira, indicador eletrônico de sujeira, válvulas de desvio
  • Materiais para mancais, vedações, material de filtro

Filtros usados em sistemas de lubrificação centralizada:

  • filtros padrão (de acordo com DIN 24550)
  • filtros de sucção/filtros
  • filtros de pressão (nas vazões principal e de desvio)
  • filtros de contrafluxo
  • filtros de respiro são utilizados em reservatórios
  • filtros de tela
  • filtros em disco 
Ao posicionar filtros no reservatório ou no sistema, certifique-se de que o acesso a eles seja fácil e que os elementos do filtro possam ser trocados facilmente. A tubulação utilizada nos sistemas de lubrificação centralizada precisa ser limpa (lavada) internamente antes da montagem.


Características técnicas:

  • Compatibilidade com fluidos: óleo, graxas até grau NLGI 00
  • Temperatura do ambiente: de -30 a +100 °C
  • Pressão: até 100 bar
  • Vazão volumétrica: de 40 a 100 litros

Características especiais:

  • Fibra de vidro fleece – inorgânico – absoluta fibra filtração
  • Tela de arame — aço inoxidável — filtragem nominal

Documentos relacionados

SKF logo