Projeto dos componentes associados

Requisitos do eixo

Para obter uma vedação confiável e com uma vida útil suficientemente longa, a superfície da superfície de apoio da vedação deve ter uma dureza de pelo menos 55 HRC ou 600 HV. A rugosidade superficial da superfície de apoio no eixo de aplicações rotativas deve ficar entre Ra 0,2 e 0,8 µm, se as velocidades periféricas permitidas máximas forem usadas. Para aplicações lineares, a rugosidade máxima permitida da superfície de apoio é Ra 0,3 µm.
O diâmetro do eixo na superfície de apoio deve ser usinado com classes de tolerância de g7 a k7. A extremidade do eixo deve ter um chanfro de entrada de 15 a 30° para evitar danos aos lábios da vedação durante a montagem. As dimensões mínimas apropriadas para chanfros de entrada (fig. 1) são:
  • h1 = 0,3 mm para vedações com um diâmetro externo de d2 ≤ 30 mm
  • h1 = 0,5 mm para vedações com um diâmetro externo de d2 > 30 mm.

Requisitos de mancal

As classes de tolerância do furo de mancal normalmente recomendadas para rolamentos de agulhas proporcionam um ajuste interferente suficiente para as vedações.
Geralmente, essas vedações podem ser ajustadas em furos de mancal usinados para classes de tolerância de G7 até R7.
Não é necessária nenhuma fixação axial adicional da vedação.
Para simplificar a montagem, o furo do mancal deve ter um chanfro de entrada de 15 a 30°. As dimensões mínimas apropriadas para chanfros de entrada (fig. 2) são:
  • h = 0,3 mm para vedações com um diâmetro externo de d2 ≤ 30 mm
  • h = 0,01 d2 mm para vedações com um diâmetro externo de d2 > 30 mm.
SKF logo