Requisitos do furo de mancal

Para reduzir o risco de danos à vedações durante a instalação, o furo do mancal deve ter entre 15 e 30° de chanfro de entrada. O chanfro deve estar livre de rebarbas e o raio de transição r entre o assento da vedação e o ressalto deve seguir as recomendações da tabela.
A profundidade de um furo métrico da caixa B para vedantes com caixa metálica ou vedações com inserção metálica deve ser no mínimo 0,3 mm (0,012 pol) maior do que a largura nominal b do vedante (fig. 1). Os valores correspondentes para o furo do mancal B em polegadas são 0,016 pol (0,4 mm).
As vedações com reforço de metal são fabricadas com um tamanho superdimensionado em relação ao diâmetro e à profundidade do furo do mancal para permitir compressão e estabilidade adequadas. O comprimento real da vedação é aproximadamente 0,4 a 0,8 mm (0,016 a 0,032 pol) mais largo do que a profundidade de furo B. Em vedações HS totalmente em borracha, a tolerância de profundidade do furo deve ser de ±0,13 mm (0,005 pol.) e ±0,10 mm (0,004 pol.) para vedações HSF reforçadas com tecido.
Para facilitar a remoção da vedação, é possível incorporar furos no ressalto do mancal (A) durante a etapa de projeto (fig. 2).
SKF logo