Velocidades permitidas

Os valores de referência para as velocidades periféricas e rotacionais permitidas para os diferentes modelos de vedação podem ser encontrados na seção Tabela de seleção de vedação. Se as velocidades periféricas fornecidas na tabela não forem suficientes para uma determinada posição de vedação, o diagrama 1 pode ser usado. O diagrama lista velocidades periféricas e rotacionais relacionadas ao material do lábio de vedação. Os valores são válidos para lábios de vedação tensionados por mola, bem lubrificados por um óleo mineral, quando um fornecimento adequado de lubrificante evita que o calor se acumule e quando a pressão é a mesma em ambos os lados do vedante (diferença de pressão = 0).
O diagrama 2 mostra que eixos com diâmetros maiores podem acomodar velocidades periféricas maiores do que eixos com diâmetros menores. Isso porque a seção transversal do eixo não aumenta de forma linear com o aumento do diâmetro, mas ao quadrado do aumento do diâmetro. Portanto, a dissipação de calor de um eixo grande é muito melhor que a de um eixo pequeno.
Geralmente, os vedações SKF WAVE podem funcionar em velocidades periféricas mais altas que aquelas obtidas no diagrama 3 devido à forma hidrodinâmica do lábio.
Os valores obtidos no diagrama 4 devem ser reduzidos quando:
  • são usadas vedações radiais de eixo com um lábio de contato auxiliar
  • a lubrificação é inadequada ou a lubrificação com graxa é usada, por exemplo, quando as temperaturas sob o lábio aumentam devido à baixa dissipação de calor
  • a superfície de apoio não atende aos requisitos de acabamento da superfície ou de precisão de giro
  • há uma diferença de pressão na vedação
SKF logo