Vedações de PTFE

Na maioria dos casos, as vedações de PTFE de diâmetros pequenos são enviadas em um tubo que mantém uma vedação nominal dentro do diâmetro (menor que o diâmetro do eixo) durante o armazenamento. Portanto, eles não devem ser removidos do tubo de envio até imediatamente antes da instalação. Além disso, se precisarem ser feitas inspeções de qualidade, a SKF recomenda que o tubo de envio permaneça no local. A vedação dentro do diâmetro não pode ser medido com precisão após a fabricação, pois a configuração do lábio de PTFE altera-se com o tempo, à medida que relaxa.
As fórmulas de PTFE usadas para as vedações com lábio radial são geralmente mais agressivas e abrasivas para o eixo que os materiais elastoméricos padrão. Portanto, os lábios de vedação de PTFE necessitam de um valor de dureza de superfície de 58 a 62 HRC. Uma alternativa à superfície temperada do eixo é o uso de uma bucha de desgaste SKF, fabricada com os mesmos altos padrões que os anéis internos dos rolamentos de agulha SKF, oferecendo uma excelente superfície de vedação.
Em aplicações em que as vedações de PTFE reterão um lubrificante ou serão completamente encharcados com um fluido, as vedações devem ser instaladas de modo seco. Em aplicações que ressecam ou serão privadas para lubrificação, o lábio de vedação deve ser pré-lubrificado com uma graxa adequada para as condições de temperatura da aplicação.

Aviso

Em temperaturas acima de 300 °C (570 °F), todos os elastômeros fluorados e compostos de PTFE liberam vapores nocivos. Isso pode ocorrer, por exemplo, se um maçarico de solda for utilizado na remoção de um rolamento. Embora os vapores sejam produzidos somente em altas temperaturas, uma vez aquecidos, o manuseio dos vedantes será perigoso, mesmo após terem esfriado. Se for necessário manusear as vedações de PTFE ou de elastômero fluorado que foram submetidos às altas temperaturas mencionadas acima, as seguintes precauções de segurança deverão ser observadas:
  • Luvas e óculos de proteção sermpre devem ser usados.
  • Os restos das vedações devem ser colocadas em um contêiner plástico fechado a vácuo marcado "Material cáustico".
  • Siga as precauções de segurança inclusas nas especificações de segurança do material, que podem ser fornecidas mediante solicitação.

Se houver contato com a pele, ela deve ser lavada com sabão e água em abundância. Lave os olhos com bastante água se esses materiais atingirem seus olhos. Um médico deve sempre ser consultado. Isso também se aplica a vapores que tiverem sido inalados.

Procedimento de instalação

Os lábios de PTFE não apresentam as mesmas propriedades elásticas que os lábios de borracha, o que os torna mais suscetíveis a danos. Portanto, deve-se tomar cuidado especial durante a instalação e o manuseio para evitar danos e ajudar a garantir a operação e o funcionamento adequados. Partes do eixo como rasgos de chavetas e entalhes, assim como orifícios perfurados, portas e ressaltos pontiagudos podem danificar lábios de PTFE. Sempre que possível, essas obstruções podem ser cobertas com a utilização de ferramentas de instalação de parede fina feitas de plástico ou metal.
A orientação do lábio de PTFE durante a instalação determinará o método de instalação. A instalação é mais difícil quando o eixo está instalado contra o lábio de PTFE (fig. 1 e fig. 2). Esse tipo de instalação torna-se ainda mais complicado quando a ferramenta é difícil de ser acessada ou está visualmente obstruída, e pode não ser possível se uma ferramenta de instalação não puder ser usada. De qualquer forma, quando o eixo é instalado contra o lábio de PTFE, a SKF recomenda o uso de um cone de instalação ou "projétil". A SKF pode orçar e fabricar cones de instalação, se forem fornecidos os desenhos detalhados das áreas de vedação e do eixo. No lugar dos cones de instalação, chanfros de entrada mais longos que o normal seriam necessários no eixo. Porém, as partes do eixo que poderiam danificar a vedações (rasgos de chaveta, etc.) devem ser cobertas, possivelmente com fita adesiva.
Se o eixo estiver instalado com um lábio de PTFE, será suficiente um raio ou chanfro liso e sem rebarbas na extremidade do eixo, desde que não haja nenhuma parte do eixo com potencial de danos, conforme observado acima (fig. 3 e fig. 4).
Algumas vedações possuem dois lábios de PTFE voltados para direções opostas. Nesse caso, a instalação será feita sempre sobre um dos lábios e um cone de instalação é recomendado.
SKF logo