"Agora, a meta é manter o nosso lazer".

Duncan Lawson, gerente de engenharia do grupo Allied Mills

Para melhorar a confiabilidade dos ativos, a SKF ajudou o Grupo Allied Mills a desenvolver uma estratégia em desenvolvimento de cuidados com ativos. Agora, eles conseguem identificar e prever possíveis quebras e planejar a manutenção preventiva.
A Allied Mills tritura uma quantidade enorme de trigo para fazer farinha 24 horas por dia, sete dias por semana durante o ano inteiro, abastecendo padarias, principalmente no Reino Unido, com um produto consistente e de alta qualidade. De fato, suas três fábricas trituram quase um quarto da produção anual de farinha no Reino Unido. Acompanhar as demandas ininterruptas, significa evitar paradas de máquina não programadas.

O desafio

O processamento de trigo/farinha é bastante preciso e envolve muitas etapas. "Durante a entrada e a primeira limpeza, o trigo é limpo de modo grosseiro", explica Allied Mills, gerente de engenharia do grupo Allied Mills. "Ele chega direto da colheita ou do armazenamento, repleto de palha, resíduos e, às vezes, até com cédulas de cinco libras. A segunda limpeza é muito mais fina, e suas especificações exatas dependem do tamanho, formato e densidade de cada grão. Esse é o momento de se adicionar água. O trigo deve absorver essa umidade e permanecer em um silo de 12 a 24 horas. O elemento final do processo é a moagem em si. As estrias, dentes e superfícies lisas dos rolos dos laminadores trituram e socam o trigo, e é feita uma peneiragem mecânica para transformá-lo em farinha. A seguir, a farinha de base resultante é misturada de acordo com as especificações de cada cliente e carregada em navios de carga." 
"O nosso objetivo é fornecer às padarias uma qualidade consistente de matéria-prima, sendo o principal ingrediente do processo de panificação", disse Philip Beach, gerente geral da Allied Mills. "Nesta fábrica, trituramos farinha em altos volumes 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano, e queremos manter esse processo em funcionamento da maneira mais equilibrada possível."

A solução

"Em 2005, Allied Mills entrou em contato conosco para pedir ajuda com a confiabilidade dos ativos", disse Paul Deighton, da SKF. "A principal preocupação da empresa era a confiabilidade, e queriam uma situação em que a produção nunca tivesse que parar, a menos que o mercado permitisse. Usamos uma técnica baseada em uma revisão total da estratégia existente do grupo, chamada de 'análise das necessidades do cliente' (CNA), para habilitar a Allied Mills a desenvolver uma estratégia contínua de cuidados com os ativos."
A SKF deu sequência a esse processo em 2009 com outra CNA para medir os aperfeiçoamentos e incentivou a introdução de uma análise da causa-raiz da falha sempre que a fábrica tivesse que parar por motivos inesperados por mais de quatro horas. Foi desenvolvida uma equipe para determinar por que ocorria cada parada, se era previsível e a velocidade com que a fábrica conseguiu se recuperar.

Valor do cliente

A SKF incentivou os engenheiros da Allied Mills a se reunirem, como equipe, para discutir a manutenção de seus 5 mil ativos e ver esse processo como parte integral e de valor agregado do negócio. É parte do foco da SKF em "criticalidade" – identificando e prevendo possíveis quebras e planejando a manutenção preventiva. 
Para a Allied Mills, essa abordagem melhorou significativamente a confiabilidade dos ativos. "Agora", disse Duncan Lawson, gerente de engenharia do grupo Allied Mills, "a meta é manter o nosso lazer."
A Allied Mills nos desafiou. Agora, é a sua vez!

Dê uma olhada nos resultados dos clientes que trabalham junto com a SKF Solution Factory.

SKF logo