Cookies no site da SKF

Nós utilizamos cookies para assegurar que você tenha a melhor experiência em nossos sites e em nossos aplicativos da Web. Caso você continue sem alterar as configurações de seu navegador, entenderemos que você deu seu consentimento para receber cookies. No entanto, você poderá alterar as configurações de cookies de seu navegador a qualquer momento.

cookie_information_popup_text_2[149]

Danica Kragic

Danica Kragic sobre Robótica Inteligente na fabricação

Nascida na Croácia, Danica Kragic é professora da Faculdade de Ciência da Computação e Comunicação no Instituto Real de Tecnologia, KTH, de Estocolmo. Danica é diretora do Centro de Sistemas Autônomos e sua pesquisa é na área de robótica, visão computacional e aprendizado das máquinas. Kragic é pesquisadora-visitante da Universidade Columbia e da Universidade Johns Hopkins nos EUA.

Quanto a hobbies, Kragic se considera uma “fanática por costura”.

Danica afirmou:

“Tivemos grandes mudanças em termos do desenvolvimento de máquinas mais rápidas, com operação e computação mais rápidas, mas temos também a capacidade de armazenar e usar conhecimentos de uma forma diferente em comparação com a década de 1960.

Os sensores também estão em desenvolvimento. Podemos detectar e medir propriedades diferentes do ambiente de uma maneira melhor. Podemos traçar paralelos com a indústria de jogos. Temos dispositivos interativos e que podem rastrear nossos corpos para que possamos ser uma parte mais integral do jogo.

Re: autonomia
Ainda não sabemos, necessariamente, quais problemas podem ocorrer, pois não temos esses tipos de robôs muito complexos nas casas. A maneira correta de começar é usar os robôs em ambientes industriais. As dinâmicas do ambiente são muito limitadas. Precisamos investigar qual é o fator humano. O usuário sem treinamento interagindo com um robô muito avançado. Quais são as expectativas?

A pergunta mais importante é: quanta autonomia os robôs terão? A questão da padronização é muito importante. Como padronizar os limites e permitir que eles aprendam? Mas também: como avaliá-los? Temos muitos desenvolvimentos na área de verificação de software.

Eu diria que as tendências da robótica são as seguintes: A Ásia está interessada em robôs de entretenimento, a Europa, em robôs funcionais, e os EUA, em muitos robôs militares.

Espero que este seja o local de trabalho do futuro: pessoas trabalhando junto com robôs, como se fossem uma terceira ou quarta mão. ”


Assista ao vídeo na página principal de Let's Talk Robótica Inteligente, no qual Danica Kragic foi a palestrante convidada.

SKF logo