Cookies no site da SKF

Nós utilizamos cookies para assegurar que você tenha a melhor experiência em nossos sites e em nossos aplicativos da Web. Caso você continue sem alterar as configurações de seu navegador, entenderemos que você deu seu consentimento para receber cookies. No entanto, você poderá alterar as configurações de cookies de seu navegador a qualquer momento.

cookie_information_popup_text_2[149]

Seleção do tamanho do rolamento utilizando as equações de vida útil nominal


Os três principais métodos para o cálculo de vida útil nominal de rolamentos são:
  • Vida nominal básica

    A vida nominal básica, conforme definido na ISO 281:2007, é o método mais simples de cálculo da vida nominal de rolamentos. Seu único critério é a fadiga subsuperficial.
  • Vida nominal SKF

    Para rolamentos modernos de alta qualidade, a vida nominal básica determinada para uma aplicação pode se desviar significativamente da vida útil real. A vida útil do rolamento em uma determinada aplicação depende da influência de uma série de fatores, incluindo a lubrificação, o grau de contaminação, a instalação adequada e outras condições ambientais, como também de aspectos específicos do projeto do rolamento.

    A vida nominal SKF leva em consideração o limite de carga de fadiga, as condições de lubrificação e o nível de contaminação de partículas sólidas nos rolamentos.


O método de vida nominal básica normalmente é adequado para a seleção do tamanho do rolamento Y ou da unidade de rolamento Y, uma vez que é baseado na experiência. Na ausência de experiência anterior em relação à vida útil e à confiabilidade operacional necessárias, os valores de referência listados na tabela 1 para a vida nominal básica L10h podem ser usados.
Para explorar completamente a vida útil de um rolamento Y ou de uma unidade de rolamento Y, a equação de vida modificada de acordo com a norma ISO 281:2007 deve ser usada para calcular a vida nominal SKF ou o SKF Generalized Bearing Life Model.
SKF logo