Cookies no site da SKF

Nós utilizamos cookies para assegurar que você tenha a melhor experiência em nossos sites e em nossos aplicativos da Web. Caso você continue sem alterar as configurações de seu navegador, entenderemos que você deu seu consentimento para receber cookies. No entanto, você poderá alterar as configurações de cookies de seu navegador a qualquer momento.

Lubrificação

A decisão de usar graxa ou óleo deve se basear na velocidade e na temperatura operacional da aplicação. Rolamentos radiais e axiais de rolos cilíndricos são tipicamente lubrificados com um banho de óleo ou com um sistema de óleo circulante. A graxa normalmente é reservada para aplicações de velocidades mais lentas e temperaturas mais baixas.
A graxa ou o óleo pode ser introduzido no rolamento por meio dos furos de lubrificação nos anéis do rolamento. Observe que se o rolamento estiver lubrificado em excesso, aquecimento excessivo por atrito aumentará a temperatura operacional do rolamento.
As especificações técnicas da graxa padrão em rolamentos radiais e axiais de rolos cilíndricos lubrificados (sufixo de designação G) estão listados na tabela 1.
Para conseguir um momento de atrito e uma temperatura menores, os rolamentos radiais e axiais de rolos cilíndricos precisam ser adequadamente amaciados. Um procedimento típico de amaciamento consiste em girar o rolamento por uma hora em diferentes etapas de velocidade, começando de um valor inicial de aproximadamente 15% da velocidade operacional máxima e aumentando em 10% a velocidade a cada etapa. Durante o amaciamento, a temperatura operacional do rolamento não deve exceder os 70 °C (160 °F).
SKF logo