Cookies no site da SKF

Nós utilizamos cookies para assegurar que você tenha a melhor experiência em nossos sites e em nossos aplicativos da Web. Caso você continue sem alterar as configurações de seu navegador, entenderemos que você deu seu consentimento para receber cookies. No entanto, você poderá alterar as configurações de cookies de seu navegador a qualquer momento.

cookie_information_popup_text_2[149]

Vedações radiais de eixo

As vedações radiais de eixo são usadas em componentes de máquina giratório e estacionário (fig. 1), ou entre dois componentes em movimento relativo, sendo composto por duas partes principais:
  • Uma cobertura externa cilíndrica de aço laminado (caixa) ou um elastômero que possui o ajuste interferente necessário para vedar estaticamente no furo do mancal.
  • Um lábio de vedação feito de um material elastomérico ou termoplástico que veda dinâmica e estaticamente no eixo. O lábio possui um canto de vedação formada por moldagem, corte ou retificação. Ele é normalmente prensado contra a superfície de apoio do eixo, com uma carga radial definida, por uma mola de lâmina. A borda do lábio de vedação e a superfície de apoio do eixo formam a área funcional mais importante de uma vedação radial de eixo. O efeito de vedação do lábio pode ser melhorado projetando-se a área de contato do lábio com características hidrodinâmicas.
Alguns projetos de vedação radial de eixo apresentam um lábio auxiliar que protege o lábio de vedação principal contra poeira e outras contaminações. Um lubrificante adequado no espaço entre o lábio de vedação principal e um lábio auxiliar pode reduzir o desgaste e retardar a corrosão. As contaminações que passaram pelo lábio auxiliar acabarão causando danos na área da superfície de apoio. Também pode ocorrer um acúmulo de calor entre os dois lábioes, o que pode ocasionar um desgaste prematuro.

As vedações radiais de eixo são utilizadas em várias aplicações. Devido à importância das vedações radiais de eixo para a confiabilidade operacional e vida útil das máquinas e dos equipamentos, tanto fabricantes de vedações quanto usuários estão igualmente interessados, até certo ponto, na padronização. Isso levou ao estabelecimento dos padrões e orientações nacionais e internacionais listados na tabela. Eles abrangem dimensões máximas, tolerâncias, especificações de materiais, métodos de teste e terminologia, assim como construções de diâmetro externo básicas e arranjos de lábioes de vedação.

A terminologia usada neste capítulo está listada para a vedação com caixa metálica (fig. 2) e para o vedação de diâmetro externo em borracha (fig. 3).
SKF logo