Cookies no site da SKF

A SKF usa cookies nos sites para ajustar ao máximo as informações exibidas com as preferências de nossos visitantes, como as opções de país e idioma.

cookie_information_popup_text_2[149]

Sistema de injeção de graxa (GIS) SKF

Cada elo é importante

GIS – injetor

Em uma corrente, cada elo é importante: centenas ou milhares de pontos de lubrificação estão em constante movimento. As correntes que operam em condições rigorosas exigem relubrificação frequente para reduzir o risco de falha. Paradas de produção não planejadas devido à falha da corrente do transportador não são uma opção. O resultado é afetado por qualquer
atividade de manutenção não planejada. A lubrificação manual pode colocar os trabalhadores em risco, é extremamente demorada, não costuma ser feita com a frequência necessária e pode fazer com que o consumo de lubrificante fique fora de controle. O trabalhador é a sua prioridade. Além disso, você não quer o seu produto seja contaminado com lubrificante.

E se você pudesse:

  • eliminar os riscos de segurança para os trabalhadores?
  • lubrificar as correntes na frequência necessária sem uma parada de produção?
  • aumentar a vida útil da corrente e eliminar os riscos de parada de produção devido a falhas?
  • manter o consumo de graxa sob controle?
  • evitar tempo de parada não programada para manutenção?

Selecione o sistema de lubrificação correto

GIS para os rolos do carrinho transportador

Rolos do carrinho transportador
Para transportadores monotrilho com correntes forjadas, o GIS (sistema de injeção de graxa) injeta graxa dentro dos rolos do carrinho através do lubrificador original enquanto o transportador está funcionando. Os sistemas GIS se adaptam às diversas configurações e aplicações de transportador: lubrificação dos rolos do carrinho transportador ou dos rolos do carro (elétrico e sem transportador). Os sistemas GIS para rolos de carrinho permitem lubrificação simultânea de dois rolos ou vários rolos de carro.

GIS para correntes de rolos externos duplos

Correntes de rolos externos duplos
Para transportadores de duas correntes, os sistemas GIS injetam graxa dentro dos rolos externos em ambos os lados da corrente através dos niples originais enquanto o transportador está funcionando. Esses sistemas se adaptam às diversas configurações e aplicações de transportador e, ao mesmo tempo, consideram tamanhos e componentes. Os sistemas GIS para rolos externos duplos lubrificam as correntes simultaneamente.

GIS – correntes de rolos externos simples

Correntes de rolos externos simples 

Para transportadores de duas correntes, os sistemas de lubrificação GIS injetam graxa dentro dos rolos externos através do lubrificador original enquanto o transportador está funcionando. Esses sistemas se adaptam às diversas configurações e aplicações de transportador e, ao mesmo tempo, consideram tamanhos e componentes. Com os sistemas GIS para rolos externos, é possível lubrificar simultaneamente ambas as correntes.

GIS – correntes de rolos internos

Correntes de rolos internos

Para transportadores de duas correntes, os sistemas de lubrificação GIS injetam graxa dentro dos rolos internos através do lubrificador original enquanto o transportador está funcionando. Esses sistemas se adaptam às diversas configurações e aplicações de transportador e, ao mesmo tempo, consideram tamanhos e componentes: lubrificação a graxa de rolos internos de corrente "simples" (com apenas um ponto de lubrificação por elo) ou "complexa" (com vários pontos de lubrificação por elo). Com os sistemas GIS para rolos internos, é possível lubrificar simultaneamente ambas as correntes.

Um sistema, duas unidades

Injeção de graxa GIS em detalhes

A SKF oferece duas unidades diferentes para lubrificação de correntes transportadoras – ambas seguem o mesmo princípio de funcionamento.

O sistema de lubrificação GIS só funciona quando o transportador está funcionando. Durante a fase de lubrificação, quando o rolo passa na frente da unidade, o sistema de seleção é acionado para que o cabeçote de injeção encaixe mecanicamente no rolo. Ele segue o movimento da corrente durante a injeção da quantidade correta de graxa.

No final do ciclo de injeção, o cabeçote e o sistema de seleção se movem para trás. A unidade volta à posição inicial e está pronta para um novo ciclo de injeção no próximo rolo. Um recurso especial da unidade de lubrificação GIS é a capacidade de seguir o movimento da corrente para lubrificar os pontos sem interromper o processo de produção. Portanto, a unidade GIS pega a corrente. Existem várias maneiras de fazer isso, incluindo dedos de seleção, braço deslizante com forquilha e cabrestante.

Unidades COBRA

Um sistema GIS com unidade COBRA é a solução simples e robusta para a lubrificação dos transportadores de corrente, especialmente na indústria pesada e em ambientes rigorosos. Os movimentos necessários para o ciclo de injeção são acionados de maneira mecânica e pneumática. Com a versão padrão do sistema, a ativação é manual. No entanto, algumas versões com ativação eletricamente automatizada estão disponíveis. Também é possível adicionar diversas funções de monitoramento.

Unidades GVP 

Os sistemas GIS com unidade GVP são a solução avançada para a lubrificação dos transportadores de correntes. Essa solução gerencia e controle os ciclos de lubrificação automaticamente. O sistema GIS se adapta a uma ampla variedade de velocidades de corrente, bem como diversas configurações de transportador e posições de rolo.

SKF logo